Gabriel Luiz, de 28 anos, tinha saído para ir a um comércio próximo de casa quando foi atacado por uma dupla Reprodução internet

Distrito Federal - O repórter da TV Globo em Brasília, Gabriel Luiz, de 28 anos, foi esfaqueado, na noite de quinta-feira (14), no estacionamento perto de sua casa. O jornalista foi atingido diversas vezes e precisou ser internado. Ele está em estado grave, mas estável, no Hospital de Base do DF (HBDF).
As câmeras de segurança de prédios vizinhos registraram o momento da aproximação dos suspeitos. Primeiramente, aparece um suspeito e logo em seguida chega outro, atrás. Um pouco depois a dupla ataca o jornalista. Os dois conseguiram fugir após o ataque. 
Gabriel foi atingido no pescoço, abdômen, tórax e na perna. Mesmo atingido, o jornalista conseguiu pedir socorro aos vizinhos e foi levado para a unidade hospitalar. O porteiro do prédio onde o repórter mora explicou que ele disse que estava saindo para ir até um comércio próximo. 
Familiares do jornalista contaram que ele passou por cirurgias, como uma na mão, durante a madrugada e a manhã deste sábado, 15, e os médicos afirmaram que todas foram bem-sucedidas e conseguiram conter todas as hemorragias. Agora, ele será encaminhado à Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Base.
A Polícia Civil investiga o caso através da 3ª Delegacia de Polícia. Segundo a polícia, agentes estão nas ruas para esclarecer os detalhes e identificar os suspeitos. A faca usada no crime foi apreendida. Conforme informações da família, foram encontrados no local um relógio e uma correntinha, mas o celular de Gabriel está desaparecido.
Em nota, a TV Globo se manifestou sobre o caso. "A Globo lamenta profundamente o ocorrido. Está aguardando as investigações da polícia e prestando toda ajuda ao nosso repórter e aos familiares. A Globo repudia veemente todas as formas de violência e espera que o caso seja esclarecido o mais rapidamente possível", disse a emissora.