Entrando no ritmo da boa forma

Um médico do esporte, uma professora e uma aluna falam dos benefícios da dança para a saúde

Por Gabriel Sobreira

materia 'Perca peso dançando' turma fazendo aula
materia 'Perca peso dançando' turma fazendo aula - Divulgação

Muitas pessoas que estão fora de forma não gostam de malhar para perder peso. Quando pensam em aparelhos ou halteres, até sentem calafrios. Correr então, nem pensar. Mas e dançar? Com uma música legal, professores e alunos animados, e ainda por cima perder aqueles quilinhos que tanto incomodam. Sim, é possível emagrecer dançando.

Quem atesta é o doutor Thiago Giaconi, nutrólogo e médico do esporte. "A dança, como qualquer tipo de atividade física, leva a um aumento do gasto energético, auxiliando na perda de peso, 1h de uma aula de dança chega a gastar 500 Kcal, que se associada a uma dieta equilibrada vai acelerar a perda de gordura", explica. O especialista conta que a atividade deve ser iniciada de forma mais lenta e a progressão deve ser feita de acordo com a condição física. "Buscando fazer pelo menos três vezes por semana, para ter um resultado mais rápido", informa.

Professora da Smart Fit, Rejane Santos faz coro. "Todo exercício intenso leva a perda de peso, pois o corpo passa por adaptações fisiológicas que permitem a redução de gordura. E a dança, por trabalhar o corpo com movimentos variados e diferentes a cada coreografia, vai exigir que o seu organismo utilize bastante energia, fazendo com que a gordura seja utilizada como fonte energética durante e principalmente após o treino, promovendo o emagrecimento", explica.

O doutor Giaconi afirma que praticar atividade física regularmente promove a liberação de endorfinas, substâncias químicas que produzem sentimentos de felicidade e euforia. "Além disso, estudos mostram que alivia os sintomas da depressão, melhoram a autoestima, reduz o efeito do estresse e da ansiedade e ajuda a melhorar a memória", aponta.

A jornalista e atriz Ligia Alonso, aluna da professora Rejane, na Smart Fit, conta que pratica aula de dança há nove meses. "Comecei fazendo aula de sh'bam, que não conhecia. Atualmente, eu faço todas as aulas: zumba, sh'bam e fit dance. Fazia aula de sapateado desde criança, então perder peso foi uma consequência muito boa! Tanto que eu até parei de fazer esteira, porque nas aulas você sua bastante, pois é um aeróbico, e ainda é divertido porque você está fazendo o que gosta, com pessoas que estão lá com o mesmo objetivo", frisa.

Mas não é só a dança. Ligia também procura manter a alimentação o mais saudável possível. "Procuro não comer tanta besteira e comida muito pesada à noite. Fora isso, eu treino umas três vezes por semana, para fortalecer os músculos", reforça ela, que tem 26 anos.

E como a dança transformou sua vida? "Essa é uma pergunta difícil. Porque a dança é uma coisa que realmente mexe e transforma a gente em todos os sentidos. Acredito que a dança faz bem para vida, pra alma, pra mente, pra autoestima, pra tudo", confessa. "Tem uma música da Marisa Monte que diz 'faça a sua dor dançar'. É o que tento fazer, deixo os problemas de lado e faço eles dançarem. A vida fica um pouco melhor e mais leve. Desse jeito, a dança vem me transformando todos os dias", comemora.

Galeria de Fotos

Lígia (E) faz aula de várias danças. Abaixo, professora Rejane Santos em aula. Fotos Divulgação
materia 'Perca peso dançando' turma fazendo aula Divulgação
materia 'Perca peso dançando' turma fazendo aula Divulgação

Comentários

Últimas de Diversão