Rafael Cardoso pensa em sair do Brasil por falta de segurança e diz que ter WhatsApp é perda de tempo

Empresário e ator, Rafael Cardoso diz que se preocupa em ter um tempo de qualidade com os filhos e pensa em investir em seus negócios nos EUA, sem deixar de lado a carreira artística

Por *BÁRBARA SARYNE

Rafael Cardoso em Espelho da Vida
Rafael Cardoso em Espelho da Vida -

Rio - Rafael Cardoso não está passando por uma fase muito tranquila. No último feriado prolongado, o ator foi assaltado na Rodovia Washington Luís e viu a morte de perto. De acordo com uma publicação feita nas redes sociais de Sônia Bridi, sogra do artista, os bandidos chegaram a apontar três armas para o global. Por pouco, ele não saiu ferido. O ocorrido, é claro, mexeu profundamente com o mocinho de 'Espelho da Vida', que resolveu se afastar de uma vez por todas das redes sociais.

Inspirado por seu personagem na novela de Elizabeth Jhin, Rafael conta que não tem medo da morte e acredita na filosofia do espiritismo. Ainda assim, pensa em deixar o Brasil o quanto antes toda vez que analisa os problemas que o país enfrenta, incluindo a falta de segurança. "No momento, tenho muita vontade. Quero ir para perto de Nova York. Estou trabalhando para ir a família toda", diz ele.

Por lá, o ator pensa em investir em seus negócios, já que tem amigos que tiveram bons resultados na área, mas acredita que não deixará a arte de lado. "Existe uma grande possibilidade de eu partir dentro de pouco tempo. Acho que dá para trabalhar com as duas coisas, mas eu não costumo criar muita expectativa porque isso pode gerar frustração", afirma.

O projeto de morar em outro país não surgiu agora, já que o ator fala sobre esse desejo desde o lançamento de 'O Outro Lado do Paraíso'. Até mesmo por isso, Rafael tem emendado vários trabalhos na Globo e diz não se importar com as críticas que recebe quanto ao desgaste de sua imagem. "Quando se muda a novela, troca tudo. Troca a energia do personagem, a energia de quem está trabalhando", argumenta.

Grato pela oportunidade que recebeu quando fez seu primeiro teste na emissora, para a novela 'Beleza Pura' (2008), o ator brinca que pularia até da ponte para agradar os diretores Pedro Vasconcelos e Rogério Gomes, mais conhecido como Papinha. "Eu adoro trabalhar e, para mim, é um desafio me reinventar em um curtíssimo prazo de tempo. Eu faço o melhor que posso com o que tenho", diz, satisfeito com os últimos personagens.

SEM DAR PITACOS

No folhetim atual, como o grande amor de Júlia Castelo (Vitória Strada), Rafael tem se esforçado para dar resultados e diz estar feliz com a torcida que o casal tem recebido nas ruas e na internet. Para ele, é muito bom interpretar um personagem leve, que também é um artista e o faz se sentir em casa quando está gravando.

No entanto, sobre o futuro da trama, ele prefere não opinar, já que sua última experiência em uma obra aberta surpreendeu a todos com a transformação de Renato, que era um mocinho, em vilão.

"Em novela tudo pode acontecer. O meu personagem em 'O Outro Lado do Paraíso' era dúbio, tinha uma carga pesada, então nem fico falando muito que o Danilo é um mocinho porque vai que as coisas mudam, mas é bom fazer esse papel agora, falar de espiritismo", garante, ao completar que 'Além do Tempo' (2015), escrita também por Elizabeth, foi uma das melhores novelas em que ele atuou.

QUALIDADE DE VIDA

Ficar afastado das redes sociais após o assalto não está difícil para Rafael Cardoso. O ator, que nunca teve WhatsApp, diz que já pensava muito no que compartilhava na internet e acha que o tempo que gastava no celular era um tempo perdido.

Além do trabalho na novela, o galã tem três restaurantes, uma fábrica de suco prensado e uma fazenda de orgânicos. Para dar conta de tudo e ainda conseguir curtir os filhos, nada melhor que ficar longe do mundo virtual e contar com o apoio de uma equipe que acredita em seus projetos.

"Acho que a gente tem que ter qualidade de vida e tempo. A vida foi me mostrando isso. Eu não quero chegar no futuro, ver meus filhos crescidos e pensar que eu não tive tempo para eles. Não quero ter essa dor de pensar que eu só olhava para o meu trabalho", explica.

Para educar Valentim e Aurora, o artista diz que acredita que os exemplos são mais importantes que as palavras, e por isso não é de falar com os herdeiros sobre o espiritismo ou sustentabilidade, ainda que acredite nisso. "A gente é fruto daquilo que a gente já viveu, das cargas que a gente carrega", defende o ator, que atribui a força com a qual enxerga a vida ao fato de ter perdido a mãe muito cedo.

"Isso me deixou até mais preparado para lidar com os meus, ainda mais nesse mundo que a gente vive hoje, em que a gente sai de casa e não sabe se vai voltar. A gente nunca vai estar preparado para tudo, e é claro que eu não quero morrer, mas é trabalhar da melhor forma sabendo que um dia a gente vai", desabafa Rafael. 

*Correspondente em São Paulo

Galeria de Fotos

Rafael Cardoso em Espelho da Vida Globo/ João Miguel Junior
Rafael Cardoso, a mulher Mariana Bridi e a filha Agnews
Rafael Cardoso,o Renato, em O Outro Lado do Paraíso Globo/Raquel Cunha
Rafael Cardoso, o Danilo Breton, em Espelho da Vida João Miguel Junior
Cris/Julia (Vitória Strada) entre Danilo (Rafael Cardoso) e Gustavo Bruno (João Vicente de Castro) na novela Espelho da Vida Globo/Victor Pollak
Mariana Bridi e Rafael Cardoso Reprodução Instagram

Comentários

Últimas de Diversão