Tem Belo no Samba da Feira neste sábado

Evento do Engenhão abre hoje temporada 2020 tendo o cantor como convidado

Por RICARDO SCHOTT

Belo no 'Samba da Feira'
Belo no 'Samba da Feira' -

Rio - Sábado é dia de Samba da Feira, evento gratuito no Armazém do Engenhão, às 17h, em que o grupo Seligaê sempre convida um artista para se juntar a eles no palco, sempre em horários mais noturnos. A temporada 2020 do evento é inaugurada por um sambista que, sempre que canta por lá, é sucesso. Belo realiza hoje o terceiro encontro com o público da atração e, a partir de sucessos como 'Tua Boca', 'Quero Te Amar' e as novas 'Do Nada' e 'Perfeita Pra Mim', reafirma seu lado romântico que já o levou a ser chamado por algumas pessoas de 'Roberto Carlos do pagode'.

"Acho muita bondade de quem falou isso, porque falta muito para que eu chegue aos pés do Rei, mas é uma honra", brinca o cantor, que tem Roberto como um de seus grandes ídolos, e alterna músicas mais agitadas e sons mais românticos em suas apresentações. "Estou muito feliz por ter sido escolhido para abrir a temporada desse ano, é pra começar 2020 com tudo. No show vai ter muito samba, muita alegria, festa e energia boa. Tenho as melhores lembranças possíveis, sou sempre muito bem recebido e espero retribuir o carinho de todos", afirma.

Faltando poucos anos para completar três décadas de carreira (começou a cantar em 1993, quando ingressou o grupo Soweto), Belo costuma ser procurado por artistas da nova geração para conversar, não apenas pelo fato de ainda ser um artista de sucesso depois de quase 30 anos, como também pela sua sobrevivência no mercado. O cantor passou por ondas musicais que vêm e voltam, por controvérsias como sua prisão em 2003 (por tráfico de drogas e associação para fins de tráfico - a pena foi extinta pela Justiça) e manteve a base de fãs.

"Sempre fiz meu trabalho com muito amor. Eu respiro música 24 horas por dia, acho que isso transparece. Sou grato a cada um que curte meu trabalho e me acompanha", afirma ele. "Converso com vários artistas da nova geração que se inspiram no meu trabalho, e é uma alegria poder ser referência para essa molecada de hoje. Para 2020, o único plano é trabalhar muito".

Samba da Feira

A ideia do evento sempre foi "valorizar o samba e quem não é ruim da cabeça, nem doente do pé", como diz o criador da atração, Mario Castilho. O local tem sido opção para fãs de pagode retrô. já que atrações dos anos 1990 como Netinho de Paula já cantaram por lá. O evento começou na casa de Mario, na rua Teresa Cavalcante, em Piedade, no sábado, quando acontece a feira no bairro. Ficou grande para o local e transferiu-se para o Engenhão em dezembro de 2016. O Armazém do Engenhão fica na Rua José dos Reis 189, Engenho de Dentro.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Belo no 'Samba da Feira' Rafael Sant'Anna/Divulgação
Samba da Feira - Belo e Convidados Divulgação
Belo no 'Samba da Feira' Rafael Sant'Anna/Divulgação

Comentários