'Só posaria nua por uns bons milhões', afirma Luciana Gimenez

A revista ‘Já É! Domingo’ descobriu que a ‘Playboy’ quer a apresentadora na edição de aniversário do ano que vem, mas ela só aceitaria se a proposta fosse realmente tentadora

Por daniela.lima

Rio - A ‘Já É! Domingo’ descobriu que a ‘Playboy’ quer Luciana Gimenez na edição de aniversário do ano que vem, mas a apresentadora só aceitaria posar nua se a proposta fosse realmente tentadora. “Nunca digo nunca, mas não tenho coragem. O problema não é fazer carão nas fotos, é mostrar a perereca... Eu não posaria por vaidade, só por uns bons milhões. Mas tenho dois filhos, o Lucas está com 14 anos (Lorenzo Gabriel, com 2). Imagina os amigos na escola chamando a mãe dele de gostosa? É expor demais. Se eu precisasse de grana para pagar as contas, a escola dele, por exemplo, tudo bem, mas não é o caso. Tenho dinheiro, uma carreira consolidada e o pai dele (Mick Jagger) ajuda”, explica Gimenez. 

'Só posaria nua por uns bons milhões'%2C afirma Luciana GimenezDivulgação


Por enquanto, o máximo que ela faz ao exibir do corpaço de fazer inveja, aos 44 anos, é posar de calcinha e sutiã. E com um objetivo: vender sua primeira coleção de lingerie, a Extasis by Luciana Gimenez. “Estava em falta no mercado um produto funcional, que fosse bonito e, ao mesmo tempo, que segurasse os seios, as banhas, sem marcar a roupa. Uma boa lingerie deixa qualquer mulher sensual”, garante. Para seduzir, ela prefere os modelos menores: “Gosto de calcinha bem pequena. Se for para usar a maior, tem que ser das grandonas mesmo. Uso decotes, transparências, mas sem muita informação”. E à noite? “Durmo pelada.”

A apresentadora do ‘Superpop’, da RedeTV!, é contra quem sai sem nada por baixo do vestido. “Acho uma pouca-vergonha. Mulher direita não sai de casa sem calcinha. A que faz isso é porque gosta de mostrar a perereca por aí. Existem milhões de maneiras da lingerie não marcar a roupa. No Festival de Cannes (França), eu cortei a calcinha dos lados e coloquei um tule para não aparecer no vestido”, conta.

Qualidade, para ela, é a alma do negócio: “Não gosto de nada vagabundo. O que não é bem acabado fica vulgar. Menos é mais, não precisa exagerar.” Para o homem, segundo ela, comprar peças íntimas para a mulher é um fetiche e ajuda a apimentar a relação. “O Marcelo (de Carvalho, marido) não faz mais. Já fez. Até vou cobrar”, brinca. 

Apesar de não parecer, Luciana diz que engordou 3kg. Ela tem 1,81m e 60kg. “Não sei por quê. Acho que comi demais. Para ficar magra tem que passar vontade e entrar na dieta, não tem jeito”, dá a dica. Ela, aliás, foi convidada para voltar ao Carnaval do Rio, como destaque de chão da Grande Rio, mas ainda não decidiu se vai aceitar.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia