Rita Cadillac diz que foi 'inocente' ao aceitar fazer filme pornô

Artista pensou que as cenas de sexo não seriam reais

Por O Dia

Rita Cadillac diz que foi 'inocente' ao aceitar fazer filme pornô
Rita Cadillac diz que foi 'inocente' ao aceitar fazer filme pornô -

Rio - Rita Cadillac participou do programa "Revista da Cidade", da TV Gazeta, e relembrou a época em que aceitou protagonizar filmes pornô. A ex-chacrete revelou que aceitou a proposta por problemas financeiros mas afirmou ter sido "ingênua", já que acreditava que as cenas de sexo não seriam reais. Já se passaram 11 anos desde que a artista deixou de fazer filmes pornográficos, mas ainda há alguns traumas. 

"Vou ser muito honesta. Eu fui muito inocente. Eu sabia que teriam cenas de sexo, porque eu fiz muitos filmes de pornochanchada. E a pornochanchada tem a ilusão de que acontece a coisa, mas não acontece. Eu fui naquela de que ia fingir que acontece. Eu fui nessa vibe, olha que tonta que eu sou. E chegando lá era real, não era mentira", disse. 

Rita contou que os cachês que acumulou ao longo dos quatro anos em que trabalhou no mercado erótico ajudaram a comprar sua casa e a auxiliar o filho financeiramente. "Fiz por dinheiro. Não fiz para aparecer. Eu fiz só por dinheiro", garantiu.

A ex-chacrete contou que um dia chegou a entrar em coma alcoólico antes de uma gravação. "Eu não bebo, mas um dia passei mal e tive coma alcoólico. Fiquei muito mal mesmo. Falei: 'Agora a Rita Cadillac acabou aqui. Morreu'. Mas apareceram mais trabalhos, shows, programas de televisão. As senhoras vinham falar comigo, dando parabéns pela coragem que eu tive", disse. 

Comentários