Kika Kalache é parada em blitz após PM alegar que ela tem 'profissão suspeita'

Atriz também relatou que policial informou que cumpria ordens do governador Wilson Witzel, para revistar atores

Por O Dia

Kika Kalache
Kika Kalache -

Rio - Kika Kalache foi parada em uma blitz, na noite da ultima quinta-feira (11), e ficou surpresa ao ouvir de um PM o motivo pelo qual eles escolherem revistar o carro em que ela estava. De acordo com a atriz, que voltava de um jantar com o marido, no Leblon, na Zona Sul do Rio, o policial alegou que ela tem uma profissão suspeita, já que "todos os atores usam drogas". 

Ainda de acordo com a atriz, o mesmo policial informou que cumpria ordens do governador, Wilson Witzel. "O policial falou na minha cara que me reconheceu e que minha profissão era suspeita. Que ator sempre tem drogas e que ele pegou três atores com drogas. E, que, enfim ele iria me revistar porque eram ordens do governador". 

Atualmente, Kika está no ar com a novela "Jesus", da Record. Mas, também já participou do clássico "O Clone", da Rede Globo. 

Procurada, a Polícia Militar informou que "o comandante do 23º BPM (Leblon) não compactua com qualquer desvio de conduta de seus policiais" e que diversas blitzs foram realizadas ontem (11). "Ele (o coronel) vai identificar o policial, ouvi-lo e, a partir daí, tomar as providencias cabíveis. O comandante do batalhão convida a vítima para ir à unidade, no sentido de expor sua queixa e para ajudá-lo na identificação dos policiais e/ou do policial", diz a nota enviada à imprensa. 

Procurada, a assessoria do governador respondeu apenas que a PM deveria ser contatada.

 

Galeria de Fotos

Kika Kalache Divulgao/Pprica Fotografia
Kika Kalache Edu Moraes/Record TV

Comentários