Carla Diaz conta como foi interpretar Suzane Von Richthofen: 'carga emocional pesada'

Atriz é a protagonista de 'A Menina que Matou os Pais', filme que narra a história de um dos crimes que chocaram o Brasil

Por iG

Carla Diaz viverá Suzane von Rithchofen em filme sobre um dos crimes mais famosos do país
Carla Diaz viverá Suzane von Rithchofen em filme sobre um dos crimes mais famosos do país -

São Paulo - Desde que foi anunciada como protagonista de "A Menina que Matou os Pais", filme que narra a história de Suzane Von Richthofen, Carla Diaz virou alvo de polêmicas. Recentemente, a atriz revelou ter ficado ansiosa em dar vida a personagem.

“Aprendi a lidar com as cenas psicologicamente fortes”, disse Carla Diaz sobre história de Suzane Von Richthofen . “É claro que fiquei ansiosa em muitos momentos, já que nunca tinha feito nada com uma carga emocional tão pesada, ainda mais por se tratar de uma história real. Mas conseguia me desligar ao fim de cada filmagem. Foi como qualquer emprego que tem dias ruins e bons”, completou.

O filme foi alvo de muitas críticas, pois muitas pessoas acreditam que uma história tão violenta não deveria ir às telonas. Carla também comentou sobre as polêmicas e críticas que sofreu desde que anunciaram o lançamento do longa e disse que não pensou em desisitr.

“As pessoas envolvidas são muito sérias e tudo foi feito com responsabilidade”, respondeu a atriz, “Além do mais, todo ator quer fazer um trabalho que o tire da zona de conforto e que ganhe destaque. Como esse crime é um caso emblemático no país, a produção vem gerando uma expectativa grande. A forma inovadora como ela foi concebida também me conquistou desde o início”, finalizou Carla Diaz.

Uma novidade revelada pela atriz é que os dois filmes serão lançados ao mesmo tempo: "A menina que matou os pais", retratará a protagonista como a mentora do assassinato, versão que prevaleceu no julgamento, em 2006. Já "O menino que matou meus pais", retratará o que Suzane defendeu durante o julgamento, que o seu então namorado, Daniel Cravinhos, teria planejado todo o crime.

"Em cada um dos filmes ela é mostrada como uma personagem completamente diferente. E, como eles foram rodados simultaneamente, precisei me preparar para fazer essa transição psicológica rápida de uma cena para outra. Para isso, tive que abstrair qualquer julgamento sobre ela (Suzane Von Richthofen). Foi difícil, pois, assim como qualquer pessoa, também fiquei muito chocada com o caso", explicou Carla Diaz.

Galeria de Fotos

Carla Diaz viverá Suzane von Rithchofen em filme sobre um dos crimes mais famosos do país Divulgação / Reprodução
Suzane Von Richthofen (Carla Diaz) e Daniel Cravinhos (Leonardo Bittencourt) Stella Carvalho/Reprodução
Cena do filme com Allan Souza Lima, Carla Diaz e Leonardo Bittencourt: prisão dos irmãos Cravinhos e Suzane Stella Carvalho/Reprodução
Daniel Cravinhos (Leonardo Bittencourt) e Suzane Von Richthofen (Carla Diaz) Stella Carvalho/Reprodução
Suzane Von Richthofen (Carla Diaz) e Daniel Cravinhos (Leonardo Bittencourt) Stella Carvalho/Reprodução
Carla Diaz Reprodução
Cenas do filme 'A Menina que Matou os Pais' Divulgação
Carla Diaz interpreta Suzane Divulgação
Carla Diaz vai viver Suzane von Richthofen no cinema reprodução Internet
Carla Diaz viverá Suzane von Rithchofen Divulgação
Carla Diaz Leo Franco / AgNews
Carla Diaz Ag. News
Carla Diaz Reprodução Instagram
Carla Diaz Vinícius Mochizuki/Divulgação
Carla Diaz Vinícius Mochizuki/Divulgação
Carla Diaz Vinícius Mochizuki/Divulgação
Carla Diaz Vinícius Mochizuki/Divulgação
Carla Diaz Vinícius Mochizuki/Divulgação
Carla Diaz mostra resultado da rinoplastia Reprodução Internet
Carla Diaz Raquel Cunha/Globo
Carine (Carla Diaz) e Bibi (Juliana Paes) em 'A Força do Querer' Cesar Alves/TV Globo
Carla Diaz posa de lingerie Reprodução Internet
Carla Diaz Ag. News
Carla Diaz entrou literalmente para causar como a amante de Rubinho (Emílio Dantas) em "A Força do Querer" Vinícius Mochizuki/Divulgação
Carla e Gloria Perez: 'O Clone' Reprodução Instagram
Carla Diaz, Capa, O Dia D, A Força do Querer, 2017 Maurício Fidalgo/Tv Globo

Comentários