Sarah Sheeva - reprodução do instagram
Sarah Sheevareprodução do instagram
Por O Dia
Rio - Em entrevista ao Luciana By Nigth, da Rede TV, Sarah Sheeva voltou a falar sobre a sensualidade de Anitta. A pastora relembrou um vídeo que fez sobre a Poderosa, em 2017, depois de uma brincadeira que a cantora fez sobre ser 'malandra ou princesa'. 
Publicidade
Na ocasião, Anitta respondeu: "Os dois. Malandra quando tem que ser malandra e princesa quando tem que ser princesa". Sarah, então, rebateu: "Eu não sou malandra. Eu sou princesa.Não sou uma mulher que quer exibir todo meu corpo para todos os homens me cobiçarem, me desejarem sexualmente".
Durante o bate-papo com Luciana, a filha de Baby do Brasil falou sobre sua crítica a funkeira na época e mandou um recado para a cantora. "Larissa, quero mandar meu beijo para você. Oro sempre pela sua vida e espero que você volte logo para Jesus". Ao ser perguntada sobre o vídeo de 2017, a pastora disse porque não é possível "servir a Deus balançando a bunda".

"Nosso corpo, quando usamos ele para sensualidade, remete à relação sexual. A gente leva os outros a nos cobiçarem com desejo sexual. Uma mulher de Deus não quer que os homens fiquem só com desejo, ela quer que o homem olhe para seu rosto, para sua essência.. sso é contrário ao princípio que Deus fala de guardar o corpo com santidade, honra, pureza. Mas eu creio no poder de Deus e que um dia ela vai voltar", afirmou.

Há 17 anos sem sexo, Sarah revelou que nem sabe mais como é e disse ter tido relacionamentos nos últimos anos, mas que segue se guardando para o casamento.

"Tive vários namoros à moda antiga. Mas depois de um tempo fui entendendo que não é assim que é o que eu desejo. Eu não desejo namorar um homem, desejo meu melhor amigo. E esse é um processo lento, eu não estou procurando um homem, estou esperando ser encontrada. Com alguns namorados andava de mão dada, abraçava, mas evitava beijar. No início dava um beijinho, mas aí esquentava a chapa e não beijava mais. Depois fiz um voto de só beijar na boca no altar", contou.