Comércio varejista espera um aumento de 1% nas vendas para a Páscoa, a primeira data comemorativa do ano para o setor
Comércio varejista espera um aumento de 1% nas vendas para a Páscoa, a primeira data comemorativa do ano para o setorAgência Brasil
Por O Dia
Rio - De acordo com estimativa do Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro - CDLRio e do SindilojasRio - entidades que juntas representam mais de 30 mil lojistas, o comércio varejista espera um aumento de 1% nas vendas para a Páscoa, a primeira data comemorativa do ano para o setor. No ano passado, no início da pandemia, o comércio amargou uma queda de 38% nas vendas, derrubando todas as previsões de crescimento do setor para o período.
Para os comerciantes dos setores de Brinquedos, Vestuário (adulto e infantil), Calçados e Bolsas, Papelaria, Perfumaria e Cosméticos, Joias e Bijuteria, Eletrodomésticos, Utensílios para o Lar e Telefones Celulares a Páscoa passou a ter um novo sabor para o varejo, não se restringindo apenas aos ovos de chocolate e caixas de bombons.
Publicidade
Segundo Aldo Gonçalves, presidente do CDLRio e do SindilojasRio, nos últimos anos, “o comércio passou a apostar na Páscoa como um novo filão de vendas, oferecendo outros produtos além de chocolates, como bichos de pelúcia, brinquedos, jogos eletrônicos, cartões criativos e kits montados nas papelarias ao gosto do cliente, roupas (infantis e de adultos), joias e bijuterias entre outros artigos, atraindo a atenção não apenas das crianças, mas também dos adultos, dos casais e dos namorados”, explica Aldo.