Fogão quer espantar o fantasma

Assombrado pelos resultados da rodada, Glorioso tem que vencer o CSA para ganhar tranquilidade no Brasileiro

Por ASSINATURA REPÓRTER

Valentim conversa com Diego Souza: atacante novamente titular
Valentim conversa com Diego Souza: atacante novamente titular -

Os resultados não ajudaram, e o fantasma do rebaixamento começou a assombrar General Severiano de vez. Para voltar a respirar ares mais tranquilos no Campeonato Brasileiro, o Botafogo precisa desesperadamente de uma vitória sobre o CSA, concorrente direto na luta para permanecer da Série A, hoje, às 20h, no Nilton Santos.

Com seis derrotas (São Paulo, Bahia, Fortaleza, Fluminense, Palmeiras e Vasco) e apenas uma vitória no returno (Goiás), o Glorioso sabe que não pode nem pensar em perder pontos. Afinal, com a vitória do Cruzeiro sobre o Corinthians (2 a 1), o time pode ficar a apenas um ponto da zona de rebaixamento em caso de derrota, já que o Ceará também entra em campo hoje, às 19h30, enfrentando o Bahia, em Salvador.

O aproveitamento no segundo turno (14,3%) chega a ser pior do que o do lanterna Avaí (20,5%) no Campeonato Brasileiro. O técnico Eduardo Barroca não resistiu à pressão e acabou demitido. Alberto Valentim, contratado para substituí-lo, tenta ganhar a primeira desde que voltou a General Severiano — ele estreou na rodada passada, na derrota para o Vasco, em São Januário, por 2 a 1.

Equipe tem desfalques

Para o compromisso de hoje, o comandante ainda não sabe se poderá contar com o zagueiro Joel Carli. O argentino, que não enfrentou o Vasco, vem sentindo desgaste muscular por causa da sequência de partidas. Com isso, Marcelo Benevenuto deve seguir na equipe titular e formar a dupla de zaga com Gabriel.

Sem o atacante Rodrigo Pimpão, que lesionou o joelho esquerdo contra o Vasco e só deve retornar no ano que vem, o chileno Leo Valencia será deslocado do meio de campo para a linha ofensiva.

O principal desfalque do time é o volante Alex Santana, artilheiro da equipe na temporada, com dez gols, e no Brasileiro, com cinco, empatado com Diego Souza. O camisa 10 ainda não entrou em campo no segundo turno por causa de uma lesão ligamentar no tornozelo esquerdo. Sua última partida foi contra o Ceará, dia 14 de setembro.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários