Um clássico e belas lembranças

Por ALYSSON CARDINALI

O técnico Marcelo Mendez, do time de vôlei Sada Cruzeiro
O técnico Marcelo Mendez, do time de vôlei Sada Cruzeiro -

Eles fizeram história com as camisas de Flamengo e Grêmio. Ídolos das duas torcidas, são identificados com os clubes, onde conquistaram títulos importantes. Às vésperas do duelo decisivo entre rubro-negros e gremistas na busca por uma vaga na final da Libertadores, Zinho e Paulo Nunes projetam o clássico de amanhã, às 21h30, no Maracanã, e revivem os momentos que passaram nos times carioca e gaúcho.

ATAQUE: O que espera deste Flamengo x Grêmio decisivo no Maracanã?

PAULO NUNES: Um jogo excepcional, entre os dois melhores times do futebol brasileiro atualmente. O Grêmio há três anos joga um futebol competitivo e vencedor. O Flamengo, faz quatro meses, apresenta o melhor futebol do país. Será um embate muito forte, no qual um erro pode custar a classificação. É jogo de erro zero.

ZINHO: Será o jogo do ano, equilibrado e no qual, como em toda decisão, um erro será fatal. Ter muita concentração, foco e atenção nos mínimos detalhes é fundamental.

Quem se classifica?

PN: O time que estiver mais ligado. Difícil dizer quem se classifica. O Flamengo hoje é melhor time, mas o Grêmio joga semifinais de Libertadores há três anos. É um duelo muito igual, equilibrado.

Z: Difícil afirmar quem fica com a vaga. Acho o Flamengo favorito pela vantagem inicial (pode empatar em 0 a 0) e por jogar em casa, diante de sua torcida, que faz a diferença.

Quem é melhor hoje?

PN: Hoje o Flamengo é melhor, um time mais consistente, mais preparado, mais equilibrado no setor defensivo, no meio de campo e no ataque. Vejo o Flamengo um pouco à frente do Grêmio, que também é uma grande equipe.

Z: Futebol é momento e o Flamengo vive um momento melhor em relação ao Grêmio.

Renato Gaúcho ou Jorge Jesus?

PN: Renato Gaúcho, pelo fato de ele fazer um bom trabalho há mais tempo. O Jorge Jesus é um grande treinador, mas precisa de tempo, ganhar consistência e títulos, feitos que o Renato já tem. Com números, não se discute.

Z: O Renato já conquistou títulos importantes, mas o Jorge Jesus tem o melhor rendimento no momento. Quem vencer o duelo será o meu escolhido como melhor técnico.

O que representam Flamengo e Grêmio na sua vida?

PN: O Flamengo é tudo na minha vida. Foi o clube que me acolheu menino, aos 13 anos. Foi onde me criei como atleta e ser humano, foi onde conquistei meus primeiros títulos. O Grêmio também é muito especial na minha vida. Foi onde conquistei taças de expressão e deixei de ser um jogador que dava só assistências para me tornar um matador, um jogador mais decisivo. São times que, junto com o Palmeiras, me deram tudo aquilo que sou hoje, dentro e fora de campo.

Z: O Flamengo foi minha casa, me ajudou na minha formação, foi o começo de tudo, onde senti o gostinho de ser campeão. No Grêmio vivi três anos mágicos, com título também, e uma identificação forte demais com a torcida. É uma honra ter jogado nos dois clubes, mas tenho maior identificação com o Flamengo.

Vai torcer para quem?

PN: Vou torcer por um futebol lindo e um jogo emocionante. Vou ficar triste por um lado e feliz por outro, isso é indiscutível. Gostaria de ver os dois times na final da Libertadores, mas um vai ser eliminado. Faz parte do futebol. Ficarei feliz por quem chegar à decisão.

Z: Hoje trabalho como comentarista (canal Fox Sports) e tenho que ser imparcial. Vou trabalhar no jogo, eticamente tenho que respeitar os torcedores e ser profissional. Será um duelo de fortes emoções.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários