Flu tem novo jogo de vida ou morte

Time precisa bater o Ceará, outro concorrente direto na luta contra o Z-4

Por

Marcão: mistério sobre Ganso
Marcão: mistério sobre Ganso -

Um balde de água fria e motivo de apreensão para os tricolores. Assim foi encarado o empate com a Chapecoense, adversário direto na luta pela fuga da zona de rebaixamento do Brasileiro. A rodada só não foi pior para Marcão e seus comandados porque o Cruzeiro ficou no 1 a 1 com o Fortaleza, resultado que manteve o Fluminense fora do Z-4, mas o deixou a um pontos da zona da degola.

Pressionado, o Fluminense já pensa no duelo de quarta-feira, no Castelão, contra o Ceará, outro concorrente direto na luta para se livrar do Z-4. A tendência é que Marcão mantenha a equipe que iniciou o jogo contra a Chapecoense, embora não se saiba se Ganso seguirá no banco de reservas.

"Será uma partida decisiva. Até o final do ano, agora a cada quarta e domingo serão guerras para a gente. Temos de focar nisso, concentrar, trazer o torcedor para o nosso lado. Sabemos a importância deles. Quando eles nos apoiam durante os 90 minutos, temos grandes chances de vencer. Agora é virar a chave, quarta-feira tem essa decisão para a gente. Até o fim do ano será assim", disse o zagueiro Digão.

CALCULADORA NA MÃO

Com a disputa bem acirrada para sair da zona da degola, o Fluminense precisará de aproximadamente 42 pontos para escapar e se manter na elite do futebol nacional. Nas dez partidas que restam no Campeonato Brasileiro, os tricolores terão quatro no Rio e seis fora de casa.

Com isso, se vencer os confrontos contra Vasco, Atlético-MG, Palmeiras e Fortaleza, todos no Maracanã, o time possivelmente ficará acima dos quatro últimos colocados — com 30 pontos, somaria 12 e atingiria a meta para se salvar. Para isso, o apoio da torcida tricolor, hoje revoltada, ressabiada, será fundamental.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários