Vitória sem brilho, mas com recorde de público no Maracanã

Diante de 65.649 pagantes, Fla faz apenas 1 a 0 no CSA, só que celebra 19 jogos de invencibilidade na temporada e a liderança com folga no Brasileiro

Por Venê Casagrande

Vitinho parte para cima do marcador. Ele entrou na vaga de Arrascaeta e foi bem
Vitinho parte para cima do marcador. Ele entrou na vaga de Arrascaeta e foi bem -

A atuação não foi brilhante como em outras rodadas, mas o Flamengo jogou o suficiente para vencer o CSA, por 1 a 0, ontem, no Maracanã, conseguir a 14ª vitória nos últimos 15 jogos pela competição e manter a liderança isolada do Campeonato Brasileiro. O gol foi de Arrascaeta, mas o show ficou por conta da torcida: 65.649 pagantes lotaram o estádio, novo recorde de público no futebol nacional.

O triunfo sobre o time de Alagoas manteve o Flamengo com folga na ponta da tabela. O time chegou aos 67 pontos e garantiu a diferença de dez para o vice-líder Palmeiras, que bateu o Avaí ontem.

O Rubro-Negro começou com tudo no primeiro tempo e, aos oito minutos, abriu o placar com Arrascaeta. Everton Ribeiro recebeu, passou bonito por dois adversários e tocou para o uruguaio, que jogou entre as pernas do marcador e chutou firme para balançar a rede.

Após o gol, o time de Jesus manteve a pegada e teve, ao menos, mais três chances de marcar, com Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabigol. O CSA, por outro lado, não se intimidou e levou perigo ao gol de Diego Alves em duas oportunidades, mas o camisa 1 mostrou habilidade e salvou a equipe carioca.

No segundo tempo, o roteiro da partida mudou. O CSA melhorou a marcação e dificultou a vida do Flamengo. Os jogadores rubro-negros sentiram o cansaço, não conseguiram manter o mesmo ritmo da primeira etapa e viram o adversário chegando perto de empatar algumas vezes.

Jorge Jesus, que é sempre inquieto, gesticulava além do normal. O português, portanto, decidiu mexer aos 21 minutos em dose dupla. Reinier e Vitinho entraram nos lugares de Everton Ribeiro e Arrascaeta, respectivamente. As alterações, entretanto, não surtiram efeito. O drama se arrastou até os instantes finais. Aos 40 minutos, a equipe de Argel Fucks por pouco não empatou. Após ótimo cruzamento de Apodi, Alecsandro cabeceou bonito e a bola tirou tinta da trave. O time rubro-negro conseguiu segurar a pressão e conquistou mais um triunfo.

O Flamengo volta a campo na próxima quinta-feira para pegar o Goiás, no Serra Dourada, às 20h, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Com dois gols na final contra o River, Gabigol foi eleito o melhor jogador da Libertadores 2019 AFP
Rio de Janeiro - RJ - 27/10/2019 - Futebol - Campeonato Brasileiro 2019 - Partida valida pela 28 rodada - Flamengo x CSA - Estadio Maracana, Maracana, zona norte do Rio - Foto Reginaldo Pimenta / Agencia O Dia Reginaldo Pimenta / Agencia O Dia
Vitinho parte para cima do marcador. Ele entrou na vaga de Arrascaeta e foi bem Reginaldo Pimenta / Agencia O Dia
Certidão viralizou: Maitê Arrascaeta Gabigol de Jesus Vapo Reprodução
Rio de Janeiro - 02/11/2019 - Yony González do Fluminense durante partida contra a equipe do Vasco no estadio do Maracana valido pelo Campeonato Brasileiro 2019. Foto: Luciano Belford/agencia O Dia Luciano Belford/Agência O Dia
Marcos Paulo (E) e Rossi numa disputa de bola: os ataques não funcionaram, ontem, no clássico Luciano Belford
Rio de Janeiro - 02/11/2019 - Ribamar do Vasco durante partida contra a equipe do Fluminense no estadio do Maracana valido pelo Campeonato Brasileiro 2019. Foto: Luciano Belford/agencia O Dia Luciano Belford/Agência O Dia
Flamengo faturou o título da Libertadores AFP

Comentários