Cerca de 12 mil bombeiros lutam contra chamas de 17 grandes incêndios que avançam na Califórnia, alimentados pela seca e ventos, e que mataram pelo menos sete pessoas
 - AFP photo/ Gianrigo Marletta
Cerca de 12 mil bombeiros lutam contra chamas de 17 grandes incêndios que avançam na Califórnia, alimentados pela seca e ventos, e que mataram pelo menos sete pessoas AFP photo/ Gianrigo Marletta
Por ESTADÃO CONTEÚDO

São Francisco - Autoridades norte-americanas prenderam nesta segunda-feira dois suspeitos de saquear residências esvaziadas após o incêndio florestal de grandes proporções na Califórnia, que já deixaram seis mortos. De acordo com o jornal "Sacramento Bee", Jade Ball e Jack Fanning foram encontrados com o que, segundo a polícia, eram evidências que os ligavam a vários assaltos.

Dezenas de milhares de pessoas saíram de suas casas na cidade de Redding, localizado 193 quilômetros ao norte de São Francisco. O fogo já destruiu mais de 650 residências na região.

Segundo autoridades, um morador que ficou para trás avisou a polícia depois de perceber que sua casa havia sido invadida. Além disso, policiais encontraram uma porta quebrada e itens eletrônicos empilhados na entrada de uma residência próxima

Equipes de bombeiros se espalharam pela Califórnia, combatendo chamas. Dois bombeiros também morreram. Moradores da cidade à beira-mar de Lakeport fugiram no domingo, dia 29, depois que dois incêndios nos condados de Mendocino e Lake destruíram, juntos, ao menos quatro residências.

Você pode gostar