Palestinos comemoram 14º aniversário da morte de Yasser Arafat

Arafat morreu na França em 11 de novembro de 2004, aos 75 anos

Por AFP

Mural representando o líder palestino Yasser Arafat
Mural representando o líder palestino Yasser Arafat -

Ramalah - Os palestinos comemoraram, neste domingo, em Ramalah, na Cisjordânia ocupada, o 14º aniversário da morte do dirigente palestino Yasser Arafat, símbolo da causa palestina apesar da disputa interna entre Hamas e Fatah.

Herói nacional palestino, Arafat morreu na França em 11 de novembro de 2004 aos 75 anos. Os palestinos continuam acusando Israel de tê-lo envenenado, embora uma investigação francesa não tenha encontrado provas que confirmem a hipótese.

Mahmud Abbas, o sucessor de Arafat à frente da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), participou neste domingo de um oferenda floral diante do túmulo do tumba líder palestino. Ele elogiou o líder como uma "referência da nação e dos mártires".

Abbas aproveitou a ocasião para denunciar os ataques contra a causa palestina pelos Estados Unidos e pelo Hamas, movimento islamita palestino que governa na Faixa de Gaza e que mantêm relações muito tensas com o Fatah, partido de Abbas.

"Há complô americano por trás do (último) acordo, e os israelenses conspiram para que se aplique. Também há outro complô do Hamas, que pretende obstaculizar a criação de um Estado palestino independente", afirmou Abbas. 

Últimas de Mundo & Ciência