Mais Lidas

Justiça americana manda Casa Branca devolver credencial de jornalista da CNN

Credencial foi suspensa na semana passada depois de o jornalista contestar Trump numa entrevista coletiva

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Presidente dos EUA, Donald Trump, entrou em discussão com o correspondente da Casa Branca Jim Acosta durante coletiva de imprensa após as eleições legislativas na Sala Leste da Casa Branca em Washington
Presidente dos EUA, Donald Trump, entrou em discussão com o correspondente da Casa Branca Jim Acosta durante coletiva de imprensa após as eleições legislativas na Sala Leste da Casa Branca em Washington -

Washington - Um juiz federal do distrito de Colúmbia determinou nesta sexta-feira, que o governo do presidente Donald Trump devolva imediatamente a credencial do correspondente da CNN na Casa Branca, Jim Acosta. A credencial foi suspensa na semana passada depois de o jornalista contestar Trump numa entrevista coletiva.

O juiz Timothy Kelly, indicado ao cargo pelo próprio Trump, acatou um pedido da CNN, que nesta semana entrou com um processo contra o presidente dos Estados Unidos e outros cinco membros do governo.

Acosta era frequentemente criticado por Trump e pela porta-voz Sarah Sanders por suas perguntas consideradas "duras" em entrevistas. O presidente critica a CNN desde que assumiu o cargo e a acusa, sem provas, de difundir notícias falsas.

O processo é considerado uma escalada no ambiente de tensão entre Trump e os veículos de comunicação nos EUA, que inclui discursos do presidente contra o que considera "notícias falsas" quando está em desacordo com o que foi publicado e críticas a jornalistas.

À Justiça, a CNN argumentou que a decisão de suspender a credencial de Acosta viola a 1ª Emenda à Constituição americana, que assegura a liberdade de imprensa. A rede de TV argumentou ainda que os funcionários do gabinete de Trump e o presidente violaram também a 5ª Emenda, que assegura o devido processo legal - por retirarem a credencial sem aviso prévio.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia