Por O Dia

Marrakesh - Duas turistas escandinavas foram assassinadas no Marrocos e, após a prisão de três suspeitos, nesta quinta-feira, em Marrakesh, a polícia do país acredita em motivações terroristas. No total, as forças de segurança prenderam quatro homens após a descoberta dos corpos, no vale do Alto Atlas.

Os agentes marroquinos analisam um vídeo divulgado nas redes sociais que seria "a cena do assassinato de uma das duas turistas", informou o governo. Um dos assassinos pronuncia em várias ocasiões a expressão "inimigos de Alá".

Louisa Vesterager Jespersen, dinamarquesa de 24 anos, e a norueguesa Maren Ueland, de 28, estavam há um mês no país. Os corpos foram encontrados em um acampamento na trilha até o topo do Monte Tubqal, montanha mais alta do norte da África.

Você pode gostar
Comentários