Exército israelense destrói quinto túnel do Hezbollah

A operação 'Escudo do Norte' quer destruir tíneis próximos a fronteira de Israel com o Líbano

Por France Press

Israel - O Exército israelense anunciou nesta quarta-feira, a destruição de um quinto túnel escavado pelo grupo xiita libanês Hezbollah na fronteira entre Israel e Líbano, após a operação iniciada em 4 de dezembro pelo Exército israelense.

A operação "Escudo do norte" foi impulsionada pelo Exército com o objetivo de destruir os túneis localizados em território israelense ao longo dos 80 km de fronteira entre estes dois países.

Israel considera que os combatentes do Hezbollah utilizam estes "túneis de ataque" para entrar em território israelense.

"O túnel foi neutralizado através de uma explosão", informou o Exército israelense em um comunicado, no qual destacou que o túnel foi escavado a partir da localidade xiita de Ayta Ash Shab.

O último grande confronto entre o Hezbollah e Israel remonta a 2006, quando 33 dias de guerra deixaram 1.200 mortos do lado libanês e 160 do lado israelense, sem neutralizar o movimento xiita.

Desde então, Israel e Líbano seguem tecnicamente em estado de guerra.

"O governo libanês é responsável pelos túneis de ataque escavados a partir do território libanês", denunciou nesta quarta-feira o Exército israelense.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, assegurou nesta terça-feira que em greve concluirá esta operação contra os túneis do Hezbollah, que conta com o apoio do Irã, um dos principais inimigos de Israel.

Últimas de Mundo & Ciência