Trump visitará a fronteira com México na quinta-feira

Presidente insistiu que paralisação parcial do governo irá continuar até que o orçamento para a construção de um muro na fronteira seja liberado pelo Congresso

Por AFP

Para Trump, paralisação de governo pode durar o tempo que for necessário, desde que ele consiga a aprovação do orçamento para construção de muro na fronteira com México
Para Trump, paralisação de governo pode durar o tempo que for necessário, desde que ele consiga a aprovação do orçamento para construção de muro na fronteira com México -

Washington - O presidente Donald Trump visitará a fronteira entre Estados Unidos e México nesta semana, anunciou sua porta-voz, na última tentativa de pressionar o Congresso sobre as negociações sobre o muro entre os dois países que levaram a uma paralisação parcial do governo.

"Ele vai viajar para a fronteira sul na quinta-feira para se encontrar com os que estão na linha de frente da crise de segurança nacional e humanitária", escreveu Sarah Sanders no Twitter.

Envolvido em uma guerra com os democratas que mantém a paralisação parcial do governo há mais de duas semanas, Trump insistiu em que não vai renunciar à demanda do desbloqueio de mais de 5 bilhões de dólares para construir o muro que prometeu durante a campanha para combater a imigração clandestina.

"Temos que construir o muro. Trata-se da segurança do nosso país (...) Não temos outra opção", acrescentou neste domingo, afirmando que se as negociações forem desbloqueadas, está disposto a que a cerca seja de aço ao invés de cimento.

Os democratas, que assumiram o controle da Câmara de Representantes após as eleições de meio de mandato, reiteraram sua oposição ao financiamento deste muro que consideram "imoral", custoso e ineficiente.

Cerca de 800.000 funcionários federais foram afetados pela paralisação parcial do governo.

Últimas de Mundo & Ciência