Mais Lidas

França reconhece Guaidó como presidente e pede que Maduro evite reprimir oposição

Ministro das Relações exteriores afirmou em coletiva de imprensa que Paris deu seu 'apoio total' ao presidente interino

Por O Dia

Ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian.
Ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian. -

Paris - O ministro das Relações Exteriores da França, Jean-Yves Le Drian, pediu nesta sexta-feira que o presidente venezuelano, Nicolas Maduro, "se abstenha de qualquer forma de repressão à oposição".

"Pedimos veementemente que Maduro se abstenha de qualquer forma de repressão da oposição, e qualquer uso de violência contra os manifestantes pacíficos", afirmou Le Drian durante coletiva de imprensa imprensa.

O chefe da diplomacia francesa acrescentou que Paris deu seu "apoio total" ao Parlamento e seu presidente, Juan Guaidó, que se proclamou "presidente interino" do país em meio a uma grande crise política.

"Pretendemos dar todo o nosso apoio à Assembleia Nacional da Venezuela e ao seu presidente como instituições democraticamente eleitas, que nesse aspecto (devem) desempenhar seu papel pleno", disse Le Drian.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários