Imprensa internacional repercute massacre em escola de Suzano

Veículos internacionais lembram de massacre em Realengo e pontuam que Bolsonaro facilitou a posse de armas no país

Por O Dia

Imprensa internacional lembra que Bolsonaro facilitou a posse de armas no país
Imprensa internacional lembra que Bolsonaro facilitou a posse de armas no país -

Rio - Os principais veículos da imprensa internacional noticiaram o massacre em uma escola de Suzano, na Grande São Paulo, na manhã desta quarta-feira. 

O site da emissora britânica BBC lembra que, embora crimes cometidos com armas sejam comuns no Brasil, ataques em colégios são raros. A reportagem também pontua que Bolsonaro assinou, nos primeiros dias de seu mandato, um decreto que facilitou a posse de armas no país.

A FOX News relatou o massacre de maneira semelhante, afirmando que "o maior país da América Latina possui o maior número de homicídios por ano no mundo, mas massacres em colégios são raros". A emissora americana também falou sobre a facilitação de Jair Bolsonaro ao acesso às armas. 

Para o espanhol El País, o Brasil sofreu "uma matança tão frequente nos Estados, mas não no país sul-americano". 

Todos os jornais lembraram que o último grande massacre em colégios no país foi o de Realengo, em 2011.

Comentários