Pediatra é preso após contaminar 900 crianças com HIV

Médico reutilizou seringas em cerca de 1100 pessoas

Por O Dia

Médico Muzaffar Ghanghro reutilizava seringas em pacientes
Médico Muzaffar Ghanghro reutilizava seringas em pacientes -
Paquistão - Um médico paquistanês foi preso na cidade de Ratodero, no Paquistão, após contaminar mais de mil pessoas com HIV. Identificado como Muzaffar Ghanghro, ele atendia em um hospital público na região e também cobrava por consultas particulares. Ao todo, 900 crianças foram infectadas com o vírus e a maior parte tinha menos de 12 anos.
De acordo com o The New York Times, o caso veio à tona em abril deste ano e um pai de seis vítimas, identificado como Imtiaz Jalbani, disse que viu o pediatra procurando seringas numa lixeira para usar com um de seus filhos. Ao questionar o médico, a resposta teria sido que ele era "muito pobre para pagar por uma nova".
Muzaffar Ghanghro nega todas as acusações feitas contra ele. O pediatra deve responder por negligência e homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Autoridades locais dizem ter evidências de que outros profissionais reutilizavam seringas em seus pacientes. Barbeiros e serviços dentários de rua também podem ter contribuído para o surto de HIV na região.
Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Médico Muzaffar Ghanghro reutilizava seringas em pacientes Divulgação/Pixabay
Médico deu entrevista enquanto estava preso ao jornalista local Muhammad Yousaf Shaikh Reprodução/Muhammad Yousaf Shaikh

Comentários