Meninos do time Javalis Selvagens que ficam presos em caverna inundada na Tailândia - Reprodução/Twitter
Meninos do time Javalis Selvagens que ficam presos em caverna inundada na TailândiaReprodução/Twitter
Por iG
Publicado 27/12/2019 20:33 | Atualizado 27/12/2019 20:33

Morreu nesta sexta-feira um mergulhador que participou do resgate de um grupo de meninos que ficou preso em uma caverna inundada na Tailândia no ano passado. O suboficial Beiret Bureerak, que era da força de elite da Marinha, lutava contra um infecção sanguínea que ele contraiu durante a operação de resgate.

Bureerak foi o segundo militar tailandês morto por causa da operação de resgate dos meninos e do técnico do Javalis Selvagens. A primeira morte ocorreu ainda durante o socorro, quando o ex-mergulhador da Marinha tailandesa, o sargento Saman Kuman, morreu após ficar sem oxigênio quando retornava para a entrada da caverna. Ele participava da operação como voluntário.

O caso aconteceu em junho de 2018, quando o técnico do time Javalis Selvagens, Ekapol Chanthawong, e 12 meninos foram explorar as cavernas de Tham Luang, na Província de Chiang Rai.

Durante o passeio, um forte temporal atingiu a região e inundou o sistema de cavernas, deixando-os presos no subsolo. Essa época do ano é a estação de chuvas na região.

Os meninos e o técnico ficaram dentro da caverna por nove dias e só conseguiram sobreviver por conta da água que pingava do teto.

Você pode gostar
Comentários