Alto funcionário do governo iraniano morre por coronavírus

Eleito em 2016, a vítima, que fazia parte do grupo de risco, estava internada no hospital desde o último sábado

Por O Dia

Autoridades iranianas tomam medidas preventivas contra a propagação do coronavírus
Autoridades iranianas tomam medidas preventivas contra a propagação do coronavírus -
Irã - Membro importante do governo iraniano, o aiatolá Bathayi Golpayegani, de 78 anos, morreu devido ao novo coronavírus, de acordo com informações da agência oficial IRNA. O funcionário estava hospitalizado há quatro dias e integrava a Assembleia de Especialistas do país, órgão composto por 88 religiosos escolhidos por voto universal.
Até o momento, desde o dia 19 de fevereiro, 12 políticos ou dirigentes da cúpula governamental já morreram em função do coronavírus no Irã. Segundo a última pesquisa da universidade norte-americana Johns Hopkins, a infecção provocou a morte de 853 pessoas de um total de 14.991 em territória iraniano.
Visando conter a propagação do vírus, o país adotou medidas preventivas em relação ao sistema carcerário: as autoridades mandaram libertar 70 mil presos ao longo do mês de março, já que as cadeias locais são consideradas superlotadas e viáveis para a contaminação do Covid-19. Dentro dessa decisão, os prisioneiros políticos também foram soltos, de acordo com informações de grupos de direitos humanos da região.
 

Comentários