Ex-ministro foi indicado para cargo no Banco Mundial, que tem sua sede em Washington, capital dos Estados Unidos - Reprodução
Ex-ministro foi indicado para cargo no Banco Mundial, que tem sua sede em Washington, capital dos Estados UnidosReprodução
Por ESTADÃO CONTEÚDO
Publicado 13/10/2020 14:00 | Atualizado há 3 dias
Rio - O presidente do Banco Mundial, David Malpass, afirmou nesta terça-feira, 13, durante evento virtual, que a instituição vai investir, junto a parceiros, US$ 12 bilhões "em vacina e desenvolvimentos" contra a covid-19. Malpass também afirmou que, com a pandemia, a instituição vê um cenário de mais de 150 milhões de pessoas na extrema pobreza no mundo, com a perda de renda e empregos levando à insegurança alimentar.

"As economias mais avançadas tiveram como apoiar a recuperação, mas nas menos avançadas não foi possível", disse ele, citando ações como as promovidas pelos principais bancos centrais quanto ao crédito. Malpass concluiu dizendo que seu foco é que "pessoas nos países mais pobres não paguem pelo resto de suas vidas por dívidas contraídas antes da covid".