Eleitores norte-americanos vão às urnas, nesta terça-feira, para decidir quem comandará o país: o democrata Joe Biden ou o republicano Donald Trump - AFP
Eleitores norte-americanos vão às urnas, nesta terça-feira, para decidir quem comandará o país: o democrata Joe Biden ou o republicano Donald TrumpAFP
Por AFP
Publicado 03/11/2020 14:08 | Atualizado 03/11/2020 14:31
Washington, Estados Unidos - Mais de 100 milhões de americanos votaram de forma antecipada para a eleição presidencial, de acordo com a última contagem atualizada do US Elections Project, referência estatística no tema.

As cédulas, enviadas pelo correio ou depositadas pessoalmente pelos eleitores antes da abertura oficial das seções eleitorais nesta terça-feira, representam mais de 72% do número total de cédulas na eleição de 2016, de acordo com esta contagem estabelecida pela Universidade da Flórida.

A votação antecipada quebrou recordes este ano devido à pandemia do coronavírus.

De acordo com o Fundo Educacional NALEO, mais de 8,6 milhões de latinos já votaram antecipadamente, mais que o dobro do número em 2016.

Quatro anos atrás, 57 milhões de eleitores votaram cedo, de acordo com o site da Comissão de Assistência Eleitoral dos Estados Unidos.

No Texas, o número de eleitores que votaram no início deste ano supera o número total de pessoas que votaram em 2016 naquele estado.

A equipe de Trump, sem nenhuma evidência, diz que votar pelo correio é mais propenso a fraudes e provavelmente "manipulará" os resultados.

Ele também promete que seus eleitores comparecerão em massa nesta terça-feira para negar as pesquisas que dizem que o republicano será derrotado.