Cruz Vermelha pediu a adoção de 'medidas extraordinárias' para aumentar o acesso em todo o mundo às vacinas anticovid
Cruz Vermelha pediu a adoção de 'medidas extraordinárias' para aumentar o acesso em todo o mundo às vacinas anticovidAFP
Por AFP
Genebra - A Cruz Vermelha pediu nesta terça-feira a adoção de "medidas extraordinárias" para aumentar o acesso em todo o mundo às vacinas contra a covid-19, incluindo a aceleração das negociações para suspender as patentes.
O Movimento Internacional da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho pediu aos Estados e às empresas farmacêuticas que atuem com maior rapidez para eliminar as desigualdades no acesso às vacinas em todo o mundo.
Publicidade
Entre outras coisas, os países deveriam acelerar as complexas negociações na Organização Mundial do Comércio (OMC) para eliminar a proteção intelectual das vacinas contra a covid-19 e outros obstáculos que impedem a ampliação da produção de vacinas.
"Em meio à pior pandemia dos últimos 100 anos, a isenção da propriedade intelectual para as vacinas covid-19 é um compromisso necessário para abordar as desigualdades no acesso à escala e à velocidade que necessitamos", disse Francesco Rocca, presidente da Federação Internacional de Sociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho (FICV), em um comunicado.
Publicidade
"Milhões de vidas dependem disso e da igualmente importante transferência de tecnologia e conhecimentos para aumentar a capacidade de fabricação em todo o mundo", completou.
De acordo com a Cruz Vermelha, os 50 países mais pobres recebem apenas 2% das doses.
Publicidade
Ao mesmo tempo, os 50 países mais ricos estão vacinando a um ritmo 27 vezes superior ao dos 50 países mais pobres.