Reforma nas vilas olímpicas dos municípios

As delegações já começam a planejar a próxima edição, um mês após a disputa dos Jogos da Baixada. Reforma nas vilas olímpicas e competições estudantis estão em pauta

Por Herculano Barreto Filho

Campeão do evento sairá na última rodada, no Sesc de São João de Meriti
Campeão do evento sairá na última rodada, no Sesc de São João de Meriti -

Um mês após a disputa dos Jogos da Baixada, os municípios já começam a planejar a próxima edição do evento. De segunda a sexta-feira, o Colégio Líbano Brasileiro, de Belford Roxo, irá sediar competições para atletas de até 15 anos. Os três municípios que disputaram o título neste ano também se movimentam para organizar os jogos estudantis no segundo semestre. A competição municipal serve como base para a formação de novas equipes.

Os detalhes da competição em Duque de Caxias serão definidos a partir de uma reunião marcada para o dia 20 deste mês, na vila olímpica do município. A ideia é contar com a participação de atletas de cerca de 50 escolas. Os representantes da cidade passaram por uma situação atípica nos Jogos da Baixada deste ano. Maior campeão da história do evento, com 13 títulos, Caxias ficou apenas em terceiro lugar neste ano. Agora, a expectativa é que o município arrume a casa para buscar retomar a hegemonia na competição.

Queimados passou por uma situação oposta. O azarão do evento quase desbancou os favoritos. Obteve o mesmo número de pontos de Nova Iguaçu. E só não levou o título inédito porque obteve menos medalhas de ouro, perdendo nos critérios de desempate. Mesmo assim, a conquista da prata no evento foi motivo de comemoração e renovou os ânimos no município. Nesta semana, começa uma reforma na vila olímpica orçada em R$ 800 mil, que deve ser concluída em quatro meses. Entre as principais melhorias, destaque para a pista de atletismo, a quadra poliesportiva, o complexo administrativo e a administração. "Conseguimos beliscar o título sem tanta estrutura. Agora, a ideia é conquistar o título no próximo ano", projeta Julio Coimbra, secretário municipal de Esporte e Lazer.

Os atuais campeões, que planejam a organização dos jogos estudantis para outubro, também apostam na reforma da vila olímpica. A obra de R$ 1,5 milhão deve ficar pronta até o fim de julho, calcula o secretário Alexandre Batista. "Devemos ter uma quantidade ainda maior de atletas. Com a nova pista de atletismo, a ideia é lutar de igual para igual com Duque de Caxias pelo título da modalidade e buscar a soberania nos Jogos da Baixada", projeta o secretário.

Comentários