Renault antecipa nova geração do Clio

Hatch passou por remodelação completa para manter a liderança em vendas no mercado europeu

Por O Dia

Modelo recebeu retoques com base na nova proposta visual da marca francesa. Traseira lembra linhas da versão esportiva do hatch Mégane
Modelo recebeu retoques com base na nova proposta visual da marca francesa. Traseira lembra linhas da versão esportiva do hatch Mégane -

Rio - A Renault resolveu não esperar até o Salão de Genebra, que acontece em março, na Suíça, para apresentar ao público o novo Clio. Em sua quinta geração, o modelo tenta manter o bom resultado das linhas anteriores, que renderam ao modelo a liderança no segmento dos hatchs em toda a Europa.

Aliado à nova proposta visual presente em modelos lançados pela Renault, o Clio traz design ousado, cheio de vincos e apliques cromados. Os faróis são afilados e contam com luz diurna em LED, que avança sobre o para-choque.

A grade dianteira é composta por elementos em 3D. Na traseira, as lanternas começam na lateral e invadem o porta-malas. O formato da peça e a disposição das luzes lembram o design das lanternas do Mégane RS, o irmão esportivo e premium do Clio.

Traseira lembra linhas já presentes na versão esportiva do hatch Mégane - renault,clio

Outra mudança é a utilização da nova plataforma modular CMF-B, versão ligeiramente maior que a CMF-A, usada anteriormente e que é a base do subcompacto Kwid. A nova estrutura deve garantir mais espaço interno para o modelo. Segundo a própria Renault, a capacidade do porta-malas cresceu de 365 litros 391 litros.

Apesar de detalhes do entre-eixos não terem sido revelados, o interior teve características reveladas que devem agradar os consumidores. De acordo com a montadora francesa, o modelo terá a maior tela multimídia da categoria (9,4 polegadas). Posicionado na vertical, o equipamento dividirá a atenção do motorista com o novo painel de instrumentos. O computador de bordo terá tela a cores de sete polegas em TFT nas versões de entrada, e de dez polegadas nas configurações mais caras do modelo.

Além dos dispositivos de tecnologia, o interior está mais bonito. Normalmente criticado por ter um acabamento mais simplório, a Renault adotou materiais de diferentes texturas e tonalidades para deixar o modelo mais elegante. Um dos exemplos são os bancos em couro, que ganharam padronagem mais esportiva para garantir melhor encaixe de costas e pernas.

Parte interna tem materiais com texturas e tonalidades diferentes - renault,clio

No quesito motorização, nada foi revelado. Mas há previsão de uma versão híbrida equipada com motor a combustão e outro elétrico. Na segurança, destaque para os itens de condução semi-autônomos, como o assistente de frenagem de emergência e o controle de aceleração adaptativo.

Apesar de incerta, estima-se que a chegada do novo Clio ao Brasil seja em 2021, ano em que haverá o lançamento das novas gerações de Sandero e Logan, que devem sofrer mudanças mais drásticas. No Brasil, o novo Clio deve concorrer com o Volkswagen Polo e o Fiat Argo.

Galeria de Fotos

Traseira lembra linhas já presentes na versão esportiva do hatch Mégane renault,clio
Parte interna tem materiais com texturas e tonalidades diferentes renault,clio
Modelo será vendido em ao menos três versões, ainda não definidas pela montadora Picasa
Modelo recebeu retoques com base na nova proposta visual da marca francesa. Traseira lembra linhas da versão esportiva do hatch Mégane renault,clio

Comentários