STF chega aos 'trending topics' após decisão de soltar José Dirceu

Ex-Ministro da Casa Civil foi libertado após Supremo aceitar pedido de habeas corpus. Petista estava preso desde 2015 após ser condenado por crimes de corrupção

Por O Dia

Rio - As redes sociais reagiram ao voto do ministro do STF Gilmar Mendes, que decidiu pela liberdade de José Dirceu. A hashtag #STFVergonhanacional chegou ao topo do trending topics nacional. Memes pedindo a renúncia de todos os ministros do Supremo também foram compartilhados.

No Twitter, o movimento Vem Pra Rua disse que "Gilmar Mendes declarou guerra à Lava Jato". Mesmo antes do fim da votação, a @Suxbernardo avisava: "Se acontecer o previsto, prevejo muitas fotos do Gilmar Mendes com foices e martelos". Dito e feito, não faltaram acusações sobre o "petismo" do juiz. A foto de um encontro entre Mendes e o deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP) em Portugal foi compartilhada para insinuar um conluio.

Usuários do microblog se diziam "perplexos" com a decisão. O @cydlos escreveu: "Vivendo pra ver petista apaixonado pelo Gilmar Mendes". Petistas rebateram como o @woodstock_59 "Gilmar Mendes nunca soltaria um petista, a não ser para defender o @AecioNeves e o PSDB". 

Soltura

?A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira soltar o ex-ministro José Dirceu, preso por determinação do juiz federal Sérgio Moro na Operação Lava Jato. Dirceu está preso desde agosto de 2015 no Complexo Médico-Penal, em Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

Por 3 votos a 2, a maioria dos ministros aceitou pedido de habeas corpus feito pela defesa de Dirceu e reconheceu que há excesso de prazo na prisão preventiva, que chega a quase dois anos.

Votaram pela libertação os ministros Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes. O relator, Edson Fachin, e Celso de Mello se manifestaram pela manutenção da prisão.

Últimas de Brasil