Mais Lidas

Esplanada: conexões de Dilma

Dilma Rousseff encarou horas de voos comerciais – e com conexões – na sexta e sábado passados em trajetos do Rio de Janeiro para Chapecó (SC) e Porto Alegre, mas exigiu ‘atendimento diferenciado’

Por karilayn.areias

Rio - Não está fácil a vida de ex-presidente apeada do cargo. Sem os jatinhos da FAB ou fretados pelo PT, Dilma Rousseff encarou horas de voos comerciais – e com conexões – na sexta e sábado passados em trajetos do Rio de Janeiro para Chapecó (SC) e Porto Alegre, mas exigiu ‘atendimento diferenciado’, dentro das prerrogativas permitidas em lei. Mas sofreu, e como! Na sexta, ela voou do Rio para Chapecó com escala de uma hora no Aeroporto de Viracopos (Campinas). No dia seguinte, para sair de Chapecó rumo à ‘vizinha’ Porto Alegre, Dilma embarcou num voo que ‘subiu em contramão’ para nova conexão em Campinas (SP), para depois ‘descer’ para Porto Alegre.

Ex-Presidenta

Para os trajetos, ela pediu proteção à Polícia Federal ‘para evitar abordagens indevidas’, ‘bem como a exposição da ex-Presidenta em locais de maior movimentação’.

Vão-se os anéis..

Nos percursos, segundo ofício 47/2017 NAEXPR-POA ao qual a Coluna teve acesso, solicitou aos administradores dos terminais e à PF desembarque e atenção prioritários.

Destinatários

O ofício, assinado por uma secretária da ex-presidente, foi direcionado para os delegados da PF nos aeroportos, e para as gerências das companhias Gol e Azul.

Sem muros

A crise econômica e as restrições orçamentárias deixaram as fronteiras brasileiras mais escancaradas. Com o contingenciamento de mais de 40% nos recursos, as Forças Armadas reduziram sensivelmente as operações ao longo dos 16.886 quilômetros de fronteira terrestre.

Expediente

A situação tende a piorar. O dinheiro do ano só cobrirá gastos até o fim desse mês. Duas medidas drásticas deverão ser anunciadas pelo Ministério da Defesa: a redução de expediente e até o fechamento provisório de postos militares – medida até então “descartada” pelo comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, há 15 dias.

Jararaca banguela

De Lula da Silva, numa das dezenas de visitas a cidades do Nordeste, já não tão confiante mais na volta da Jararaca em 2018: “Mais valem as lágrimas da derrota do que a vergonha de não ter tentado”.

Carioca

Dilma Rousseff tem ficado mais tempo no Rio de Janeiro. Não será surpresa se mudar seu domicílio eleitoral e sair candidata ao Senado pelo Estado fluminense.

Oi e tchau

Na sessão do Congresso Nacional na quarta (30), sobre vetos presidenciais, Aécio Neves entrou discreto no plenário, registrou presença e vazou. Sem papos e abraços.

Vizinho avaliza

A PF anda tão em alta na aprovação popular que serve até de referência para o endereço de uma boate com belas garotas ‘para diversão’ em Jataí (GO). O folheto da Casa Rosa mostra em destaque a rota: “Atrás da Polícia Federal”.

Contra-reforma

Sindicalistas vão lançar no 7 de Setembro, durante o tradicional protesto Grito dos Excluídos, campanha para tentar anular a Reforma Trabalhista. Esperam coletar mais de 1,3 milhão de assinaturas para apresentar um Projeto de Lei de Iniciativa Popular.

Desgoverno

A CUT lança hoje o portal <anulareforma.cut.org.br< e distribuirá kits com o texto do Projeto de Lei, formulário de assinatura e cartilha com os pontos da reforma. O presidente da Central, Vagner Freitas, afirma que “a nave (de Temer) está completamente desgovernada”.

Na raiz

Mais sobre a insegurança do Rio de Janeiro: O senador Sérgio Petecão (PSD-AC), Estado fronteiriço com Bolívia e Peru, repete: “Sempre digo, baseado em estudos da Polícia Federal, que é muito mais fácil combater o tráfico lá na entrada do que combater nos morros do Rio de Janeiro. A situação é grave”.

Lista negra

Idealizador da CPI mista para investigar operações do BNDES com a JBS, o senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) exigirá explicações da Comissão de Valores Mobiliários, fundos de investimentos e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

Heróis reais

O prêmio de reconhecimento de policiais e agentes de segurança, o Heróis Reais, chegou ao Sul e recebe inscrições até o 12 de setembro. As melhores histórias serão escolhidas por voto popular no site www.heroisreais.com.br. A Taurus vai premiar com equipamentos, treinamentos e viagens.

Casa caiu

Os irmãos Joesley e Wesley Batista entregaram uma bomba ao PGR Rodrigo Janot, e provavelmente sem querer. Um áudio de até 4 horas de uma conversa entre os irmãos, sem saberem que estavam se gravando, indica que eles tramaram a delação premiada - e com ingredientes adicionais nada ortodoxos - com um procurador da PGR, e até um ministro do STF. Janot avisou que pode reaver os benefícios da delação, mas sem derrubar as provas.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia