Vale está realizando drenagem de barragem com uso de bombas

Mineradora informa também que abriu canal para cadastro de interessados em prestar apoio aos atingidos. Cadastro de voluntários está sendo feito pelos números 0800 285 7000 e 0800 821 5000 (Ouvidoria da Vale)

Por ESTADÃO CONTEÚDO

Vista dos destroços após o rompimento de uma barragem da mineradora Vale na Mina  Feijão, em Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, na manhã deste sábado
Vista dos destroços após o rompimento de uma barragem da mineradora Vale na Mina Feijão, em Brumadinho, região metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais, na manhã deste sábado -

Minas Gerais - Um dia após o rompimento de uma barragem, a Vale informou neste sábado que está realizando a drenagem da Barragem 6 com o uso de bombas, para reduzir a quantidade de água. O monitoramento da estrutura está sendo realizado a cada uma hora, juntamente com a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros. A estabilidade da estrutura está sendo monitorada.

A Vale também informou há pouco que equipes da companhia trabalham desde a última sexta-feira, ininterruptamente, junto com o Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, no apoio ao resgate das vítimas. A empresa colocou à disposição 40 ambulâncias, 800 leitos e um helicóptero para o apoio ao resgate, além de água potável para a comunidade. "Desde o rompimento, a Vale disponibilizou postos para atendimento aos atingidos. Nesses locais, empregados da empresa e voluntários estão atuando na prestação de serviço de acolhimento e identificação", afirma a empresa em nota.

Segundo a Vale, a Defesa Civil orientou que as pessoas das áreas atingidas ainda não retornem às suas casas e que procurem o centro de acolhimento, com prioridade para a Estação Conhecimento de Brumadinho.

"A prioridade máxima da Vale, neste momento, é apoiar nos resgates e atendimentos às vítimas para ajudar a preservar e proteger a vida de empregados, próprios e terceiros, e das comunidades locais", diz.

Atendimento

A Vale informa também que abriu canal para cadastro de interessados em prestar apoio aos atingidos pelo rompimento da barragem em Brumadinho. O cadastro de voluntários está sendo feito pelos números 0800 285 7000 e 0800 821 5000 (Ouvidoria da Vale).

Por esses mesmos telefones, a empresa está recebendo dados de sobreviventes encontrados, reporte de desaparecidos, solicitação de apoio emergencial (abrigo, água, cesta básica, roupa, medicamento, transporte etc) e reparação.

As ações são do Comitê de Ajuda Humanitária, formado por uma equipe de assistentes sociais e psicólogos que fazem o atendimento aos atingidos e seus familiares.

Eventuais doações voluntárias podem ser encaminhadas para o Centro Comunitário Córrego do Feijão (Estr. p/ Casa Branca, Brumadinho - MG, 35460-000). Alimentos não perecíveis, água e materiais de limpeza devem ser encaminhados para o 18º Batalhão da PM de Contagem, 2 º Batalhão de Bombeiros de Contagem, 66º Batalhão da PM de Betim e 5º Batalhão da PM da Gameleira, em Belo Horizonte.

Comentários