Ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo
Ministro das Relações Exteriores, Ernesto AraújoValter Campanato/Agência Brasil
Por IG - Último Segundo
Responsável pela pasta das Relações Exteriores, o ministro Ernesto Araújo entrou em rota de colisão com o Senado Federal após criticar a senadora Kátia Abreu nas redes sociais. Nesta segunda-feira (29), ele foi duramente atacado em um grupo que reúne os integrantes da casa, sendo chamado de "psicopata" e "vagabundo".
Segundo informações do blog do jornalista Lauro Jardim, os ataques foram feitos pelo senador Renan Calheiros, que sugeriu ainda o "fechamento" do Senado ao Itamaraty até que o chanceler fosse retirado do cargo. Confrontado por Marcos do Val, que apontou que tal decisão poderia prejudicar o país, Calheiros concluiu: "maior prejuízo é deixar um vagabundo mentiroso ocupando um cargo que sempre nos honrou".
Publicidade
Ainda de acordo com o jornalista, o ministro convocou seus secretários para uma reunião de emergência nesta segunda-feira para tratar sobre os desdobramentos do caso. Nos bastidores, existe a expectativa de mudança no comando da pasta, com o almirante Flávio Rocha - preferido de Bolsonaro - e o embaixador Nestor Foster despontando como possíveis substitutos de Araújo.