Em meio à crise dos combustíveis, diretores da ANP estão de férias

As férias deixam os companheiros de agência enrubescidos

Por LEANDRO MAZZINI

Brasília - Está tudo bem no Brasil, combustível a preço baixo, caminhões na pista, aviões no céu, nada de crise... só pode ser isso o que se passa na cabeça de dois diretores da Agência Nacional do Petróleo, que regula o setor, e que estão de férias. Um deles é o presidente Décio Oddone.

E o diretor de Abastecimento, que verifica os postos, César Issa, mandou mensagem por WhatsApp para colegas direto de Gramado (RS), cidade turística onde descansa. Comentou o óbvio: os postos estavam sem gasolina. Não avisou se voltaria a Brasília para trabalhar nessa calmaria. As férias deixam os companheiros enrubescidos. A assessoria da ANP informou que apesar de não estar presente, Oddone participa ativamente das discussões.

Logo ali

Brasileiros invadiram Ciudad Del Este, no Paraguai, na fronteira com Foz do Iguaçu (PR), para comprar combustível. Litro da gasolina nem passa de...R$ 3,40.

Sofra, cidadão

A Caixa é uma mãe para o Comitê Olímpico Brasileiro. A recém-lançada loteria Dia de Sorte destina 1% da arrecadação mensal ao COB, mesmo investigado por corrupção.

MDB x DEM

Deputado Leonardo Picciani, presidente do MDB-Rio, articula aliança pelo Centro para apoiar um candidato ao Governo. Mas o projeto não passa por Eduardo Paes (DEM).

E agora, doutor?

Pré-candidato do Planalto à disputa presidencial, o ex-ministro da Fazenda Henrique Meirelles foi o idealizador e defendeu com unhas e dentes o decreto assinado pelo presidente Temer, em julho de 2017, que liberou o aumento os tributos - Pis/Cofins - sobre os combustíveis. Que causa, em parte, esse caos de hoje nos postos.

Ajuste Fiscal

À época, Meirelles alegou que o aumento dos tributos era "absolutamente necessário tendo em vista a preservação do ajuste fiscal e a manutenção da trajetória de recuperação da economia brasileira".

Newtão Grill

O ex-governador Newton Cardoso, que manda em parte do MDB nacional, espera hoje 3 mil convidados na fazenda Rio Rancho em Pitangui - MG para comemorar 80 anos. Terá música e muito boi na brasa. Contratou Sidney Magal e Eduardo Costa para shows.

J.Hawilla

O empresário J. Hawilla, que morreu ontem em SP, de repórter de alambrado de campo passou a maior empresário de marketing esportivo do mundo. Ficou tão rico que comprou o time de Estoril, em Portugal. Há dois anos, era delator do FBI, pego no esquema de corrupção da FIFA/CBF. Ele gravou Ricardo Teixeira em Miami.

Preço da liberdade

Estava tão endinheirado que topou pagar US$ 151 milhões - coisa de meio bilhão de reais (!!) - para escapar da cadeia nos EUA. Dono da TV TEM (Globo) no interior paulista, também foi proprietário do Diário de S.Paulo, onde fazia questão de ser tratado como colega pelos repórteres, e não como dono.

Corrupção...

Relator do processo que investiga o presidente Michel Temer no Supremo Tribunal Federal, o ministro Roberto Barroso, sustenta que a corrupção "é produto de um pacto oligárquico e pluripartidário de saque a Estado brasileiro".

...e refundação

Durante aula magna para plateia de ministros e conselheiros de tribunais de contas, acompanhada pela Coluna, Barroso reiterou as críticas ao sistema eleitoral e político, mas ponderou que o País passa por novo momento: "Poucos países tiveram a coragem de abrir suas entranhas como Brasil. É momento de refundação", aponta o ministro.

Sem essa

O ministro Barroso é contra convocação de nova Assembleia Constituinte para qualquer assunto: "Há o risco de retrocesso em meio à polarização que vive o País".

Ipiranga 1

Sobre a nota de ontem, do controle do mercado de combustíveis pela Petrobras, Shell e Ipiranga, a Plural, grupo de distribuidoras que também representa a Ipiranga, informa que não faz lobby na ANP e que as suas empresas "seguem as mesmas normas que todas as outras, sem distinção". E que há "150 distribuidoras e o preço é livre".

Ipiranga 2

Uma correção: A Braskem não é sócia da distribuidora, como citamos, mas comprou a parte de petroquímica do grupo Ipiranga há 10 anos. A Petrobras comprou parte da rede de postos da Ipiranga e a trocou para bandeira BR. A Ipiranga é controlada pelo grupo Ultra.

Comentários