Por Reforma, Planalto intensifica negociações na Câmara

Desde o governo de transição, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem priorizado a interlocução com o Congresso por meio de grupos de políticos de vários partidos que defendem temas específicos

Por Leandro Mazzini

Brasília - Diante da dificuldade de levantar votos para aprovar a reforma da Previdência, o Palácio do Planalto vai intensificar as negociações na Câmara com as frentes parlamentares. Desde o governo de transição, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) tem priorizado a interlocução com o Congresso por meio desses grupos de políticos de vários partidos que defendem temas específicos.

Umas das frentes mais atuantes na Câmara e no Senado, a Agropecuária declarou esta semana apoio ao texto da reforma da Previdência, embora alguns integrantes da bancada defendam alterações pontuais na proposta.

Evangélicos

Além da bancada ruralista, o Planalto espera que outras frentes fortes – como a da segurança e a evangélica – fechem apoio ao texto em tramitação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Bala

A relação do Governo com as duas frentes, no entanto, não está afinada. A bancada da bala, por exemplo, tem defendido a equiparação de alterações propostas aos militares das Forças Armadas com o de carreiras semelhantes - como as forças auxiliares de segurança.

Diálogo

Já os evangélicos não economizam críticas à falta de dialogo e apontam falhas na articulação política do Governo. A bancada – que soma mais de 170 parlamentares - foi a primeira a apoiar Jair Bolsonaro (PSL) durante a campanha à Presidência.

Rotatividade

A rotatividade de ministros da Educação é um dos fatores que afetam a qualidade e a cobertura do ensino médio no Brasil. A conclusão é do ministro do Tribunal de Contas da União (TCU), Bruno Dantas, em parecer de fiscalização que verificou que ainda não foram implementados o Sistema Nacional de Avaliação Básica e o Custo Aluno-Qualidade inicial.

Acórdão

No Acórdão 717/2019, o ministro sublinha: “No caso concreto, nada menos que cinco ministros de Estado passaram pelo cargo num período de cerca de quatro anos, demonstrando o cenário de descontinuidade de gestões e afetando, por óbvio, a própria implementação das medidas inicialmente definidas”. O TCU determinou à pasta que, no prazo de 90 dias, apresente plano de ação indicando etapas, prazos e responsáveis, "com vistas a sanear os problemas identificados".

Contrato$

A CPI do BNDES na Câmara aprovou requerimento da deputada Paula Belmonte (Cidadania-DF) que solicita informações sobre contratos do BNDES com diversos países. Entre eles, empreendimentos realizados no Equador, Moçambique, Cuba e Argentina. Belmonte quer saber, também, a relação percentual entre o valor total do projeto e a parte financiada pelo BNDES.

Acidentes

A Previdência Social gastou mais de R$ 80,2 bilhões com benefícios acidentários nos últimos sete anos. No período, segundo o Ministério Público do Trabalho (MPT), foram cerca de 368 milhões de dias de trabalho perdidos, por afastamentos decorrentes de acidentes ou doenças do trabalho.

Mortes

O levantamento do MPT constata ainda a ocorrência de um acidente de trabalho a cada 48 segundos com uma vítima fatal a cada 3 horas. De janeiro de 2018 até 29 de março de 2019, foram mais de 802 mil acidentes de trabalho registrados, resultando em pelo menos 2.995 mortes. Nos últimos dois anos, 5230 denúncias de acidentes de trabalho chegaram ao MPT.

Politeama

Afastado durante quase um ano de seu time de futebol, o Politeama, no Recreio dos Bandeirantes, Chico Buarque voltará ao campo neste sábado, dia 6 de abril, em partida com os Torcedores pela Democracia, formado por jogadores de diversos clubes e partidos políticos de oposição ao governo Bolsonaro.

Festival

O jogo abrirá o Festival Lula Livre no Rio de Janeiro. Organizado por entidades, sindicatos e artistas, o evento continuará no domingo, 7, data em que Lula foi preso há um ano, na Praia de Copacabana, com a participação do ex-senador Saturnino Braga, das atrizes Lucélia Santos e Bete Mendes, da cantora Leci Brandão, da jurista Carol Proner, de Guilherme Boulos, entre outros.

Há vagas

A Embaixada do Reino Unido da Arábia Saudita vai abrir vagas para decoradores aptos a fazerem a reforma da residência do embaixador, no Lago Sul, em Brasília. A escolha acontecerá por edital.

Esplanadeira

Kátia Mariz e sua grife de bolsas Lukey promovem nesta quinta-feira, no Shopping Leblon (segundo piso), ação em benefício da Campanha contra o Lúpus.

Comentários