Possível fusão de PSL e DEM é vista por deputados como oportunidade

Anos atrás, a legenda que tem hoje os presidentes do Senado e da Câmara perdeu cerca de 30% dos parlamentares para o PSD, sigla criada pelo ex-democrata Gilberto Kassab

Por *Leandro Mazzini

Brasília - Tratada com cautela por caciques do DEM, a possível fusão com o PSL é vista por deputados democratas como oportunidade para o partido voltar a ter bancada expressiva na Câmara. Anos atrás, a legenda que tem hoje os presidentes do Senado e da Câmara perdeu cerca de 30% dos parlamentares para o PSD, sigla criada pelo ex-democrata Gilberto Kassab.

Recentemente, cogitou-se a fusão com o PSDB, mas as conversas esbarraram nas divergências dos planos dos partidos para as eleições de 2020. Atualmente, o DEM é a nona maior bancada (27 deputados) e, com a possível fusão com o PSL, pode ultrapassar o PT (54 deputados).

Fugiu da raia

A Shell costuma usar toda a sua força na hora de pressionar o governo em prol dos interesses que mantém no Brasil. Mas na hora de participar do megaleilão do pré-sal, a gigante do petróleo não deu as caras e - ainda pior - criticou o modelo adotado.

Afinidades

Não há dúvidas de que a Shell tinha mais afinidades com os governos petistas, especialmente com o ex-ministro da Fazenda, Antonio Palocci.

Fôlego...

Em mais uma derrota do governo no Congresso, senadores rejeitaram a Medida Provisória (MP 892/19) que dispensava a publicação de balanços de grandes empresas nos jornais impressos. O parecer da senadora Soraya Thronicke (PSL-MS), favorável à medida, foi rejeitado e, por maioria, a comissão mista endossou o voto em separado da senadora Rose de Freitas (Podemos-ES).

...a jornais

A MP foi editada pelo presidente Jair Bolsonaro em agosto. Depois, foi suspensa pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, sob o argumento de que "o texto não preenche o requisito de urgência".

Que novela!

A oposição quer que o Itamaraty torne públicos todos os telegramas internos e outras formas de comunicação que envolvam a avaliação da situação política na Bolívia nos últimos meses. No pedido, o PSOL cita que, nos últimos dias, vieram à tona áudios de articuladores de um suposto "golpe de extrema-direita na Bolívia".

Mais novela

As revelações dessa tese são do El Periódico, e tratariam da interferência direta das igrejas evangélicas e de "um homem de confiança de Bolsonaro e seu governo no processo de articulação do golpe".

Quadro fiscal

As propostas apresentadas pela equipe econômica para tentar destravar a economia vão na direção correta "ao criarem instrumentos para conter a expansão das despesas obrigatórias, no âmbito federal, estadual e municipal". A avaliação é da Instituição Fiscal Independente (IFI), vinculada ao Senado.

2ª instância

O PT vai ao STF para tentar barrar a tramitação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 410/18) que permite a prisão após condenação em 2ª instância. O mandado será protocolado na próxima semana pelo deputado Paulo Teixeira (SP) sob alegação de que a PEC é "inconstitucional".

CLT

A Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho critica a Medida Provisória (MP 905/19) do governo que instituiu o Contrato de Trabalho Verde e Amarelo. "Altera mais de uma centena de dispositivos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), reduzindo novamente direitos de trabalhadores brasileiros", aponta a entidade.

Tabagismo

Depois de quatro anos de tramitação, foi aprovado pelo Senado e seguiu para a Câmara o projeto que proíbe exposição em pontos de venda e veta substâncias que dão sabor e aroma aos cigarros. Texto também prevê punição para quem fumar dentro de veículos com menores de 18 anos.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários