Pernambuco vai contratar entidade de ensino de inglês, espanhol e alemão

Demanda é para aulas presenciais e em plataformas digitais nas escolas públicas no estado. Custo será de R$ 51,3 milhões

Por Leandro Mazzini

Ronaldo Nogueira
Ronaldo Nogueira -
Brasília - Com professores concursados e contratados para ensino de língua inglesa na rede estadual – está na grade curricular por lei – o Governo de Pernambuco surpreendeu os docentes e alunos com um edital de licitação que se abre na próxima quinta-feira: vai gastar R$ 51,3 milhões para contratar uma entidade que ofereça profissionais para ensino de inglês, espanhol e alemão. A demanda é para aulas presenciais e em plataformas digitais nas escolas públicas no Estado. Não bastasse a surpresa da decisão, professores se perguntam, sem respostas, qual o interesse do Governo em ensinar alemão para 45 mil alunos, conforme previsto no edital.

Detalhe

Não há por ora, no mercado local, uma escola especializada em oferecer licenciatura em língua alemã para formação de professores – que devem ser ‘importados’.

O mestre sumiu

Não bastasse a polêmica, os alunos da Universidade de Pernambuco voltaram às aulas com déficit de professores em 34 disciplinas. Muitos ainda estão sem aula.

Tá no D.O.

O processo foi divulgado no Diário Oficial de Pernambuco no último dia 21 de fevereiro, sob o nº 0015.2020.CCPLE-X. PE. 014.SAD, da Secretaria de Educação.

Sócrates & Barba

Lula da Silva pode ter nova dor de cabeça com a Justiça da Terra Mãe. Manchete de domingo, do Correio da Manhã: Justiça cerca ligações de Sócrates a Lula. O ex-primeiro-ministro chegou a ficar preso em Lisboa em 2015 acusado de receber, no cargo, propinas na bilionária transação de telefônicas do Brasil e Portugal, durante o Governo do Barba.

Sem terno e gravata

O senador Marcos Rogério (PDT-RO) apareceu ontem de manhã de camisa pólo sport, para audiência, na Comissão de Direitos Humanos da Casa. É quebra de decoro.

Funasa

A bancada evangélica no Congresso desbancou o DEM e o MDB e emplacou Marcio Sidney Sousa Cavalcante na presidência da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). A nomeação foi publicada ontem no Diário Oficial da União (DOU).

R$ 50 mi

Cavalcante ocupava a diretoria executiva e assume a presidência do órgão no lugar do ex-ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, exonerado do cargo depois de ser alvo da Operação Gaveteiro, da Polícia Federal, que apura desvios de R$ 50 milhões.

Tensão yankee

Os americanos do bilionário fundo United Health, que pagaram quase R$ 8 bilhões pela Amil, estão pulando fora do Brasil. Procuram compradores para alguns de seus ativos.

Foco de contágio

Em tempos de coronavírus, o Ministério Público de Pernambuco vai realizar na quarta-feira audiência com a secretaria de Pernambuco para explicar a superlotação e precariedade no hospital de Referência no Recife, Otávio de Freiras. Foram constatadas falta de material hospitalar básico, e péssimas qualidades sanitárias na cozinha.

Não viralizou

Como vírus não polariza como a disputa política no Brasil, arrefeceram no Twitter as citações sobre o coronavírus. Até sexta, foram publicados no Brasil 1,34 milhão de posts em relação aos últimos sete dias: 63% se concentraram nas primeiras 72h, a partir de 29 de fevereiro. Desde então, o volume caiu e chegou a 103 mil twittes.

Bolsa Família

O Ministério da Cidadania tem cinco dias para informar ao Ministério Público a quantidade de novos benefícios do Bolsa Família concedidos desde janeiro de 2019. O pedido foi feito após denúncia de que o Nordeste teria ficado com apenas 3% dos benefícios.

Transaçõe$

Entre outubro de 2018 a setembro de 2019, São Paulo liderou as transações de cartões VISA no País, com 13% do volume de pagamentos, segundo relatório da própria administradora de cartões. Foi seguido por Rio de Janeiro (7%), Brasília, Belo Horizonte, e Salvador, todas com 3%.

Questão de Justiça

O mínimo que a TV Globo deve fazer é encontrar a mãe do garoto estuprado e assassinado pelo trans pop do Fantástico, e mandar alguém dar-lhe um afetuoso abraço.

ESPLANADEIRA

# Acontece em nível nacional, entre os dias 13 e 19 de março, a Semana do Sono. Em Brasília, a psicóloga Danuska Tokarski ministrará duas palestras, no dia 17, no Auditório do Sindimédico e no dia 18, na Igreja Adventista de Águas Claras.

Comentários