R$ 50 milhões

Por

Cavalcante ocupava a diretoria executiva e assume a presidência do órgão no lugar do ex-ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, exonerado do cargo depois de ser alvo da Operação Gaveteiro, da Polícia Federal, que apura desvios de R$ 50 milhões.

Comentários