'Cheguei a dormir no chão', diz primeiro fã a pisar na Cidade do Rock

Pouco antes da abertura dos portões, a ansiedade pairava entre a galera que esperava horas para entrar no evento

Por bianca.lobianco

Rio - O estudante John Reverton Moreira, 19 anos, foi o primeiro fã a pisar na Cidade do Rock, no primeiro dia do Rock in Rio, nesta sexta-feira. Os portões abriram pontualmente às 14h. Morador de Sarapendi, no Paraná, John mal tinha palavras ao finalmente chegar na frente do Palco Mundo, onde a diva Beyoncé cantará a partir de 0h05. Será o seu segundo encontro com a cantora.

"Isso tudo é maravilhoso. Estou realizado. Represento a minha Sarapendi aqui. Já vi o show da Beyoncé em Belo Horizonte e foi espetacular", ele comemorou, entre vários gritos de emoção.

John veio ao Rio de Janeiro sozinho. Para ficar bem próximo da popstar, chegou na fila às 17h30 da tarde de quinta-feira. "Cheguei a dormir no chão, mas não importa. Vale tudo para ver a minha ídola. Ela é minha vida, minha inspiração. Tudo. O que eu queria era abraçá-la e dizer tudo o que sinto por ela", declarou.

Na foto%2C Celso Roberto (camisa vermelha)%2C de 32 anos e Matheus Gomes Aguiar%2C de 16 anos%2C que foram os primeiros a chegar na fila%2C na última terça-feira Fernando Souza / Agência O Dia

Ansiedade toma conta 

Pouco antes da abertura dos portões, a ansiedade pairava entre a galera que esperava horas para entrar no evento. Os amigos Celso Roberto Marques, 32, e Matheus Gomes Aguiar, 16, garantem que foram os primeiros a chegar na fila: terça-feira. Levaram apenas colchão, biscoito e água. Tanto sacrifício que quase bateu um arrependimento.

"Tem sido horroroso. Parece que tudo vai ser em vão. Fomos os primeiros a chegar, mas podemos não ser os primeiros a entrar. Muito gente passa na frente. É injusto", desabafou Matheus.. "Enquanto estávamos aqui, algumas pessoas estranhas passaram olhando o que a gente tinha. Parecia que queriam nos assaltar. Mas nada aconteceu", disse Celso, que é agente de saúde.

Alegria toma conta do público nas primeiras horas do Rock in RioFernando Souza / Agência O Dia

Mas, quando começam a falar em Beyoncé, não demora para a apreensão dos dois ir embora. "Ela é a nossa rainha. Viemos com uma coroa para homenageá-la. Somos os súditos da Beyoncé", contou Matheus, minutos antes de entrar no show

A estudante Ariane Salomão mandou um recado para a diva: "Beyoncé, depois de tudo o que eu fiz para chegar aqui, você tem que fazer o melhor show da sua vida!"", brincou ela, que veio do Mato Grosso do Sul.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia