Paulo Betti e Dadá Coelho estrelam websérie 'DR na Rússia' no YouTube do Canal Brasil

Casal de atores mostrará curiosidades e a cultura popular da Rússia

Por Gabriel Thomaz *

Dadá Coelho e Paulo Betti: comediante diz que na vida real a calmaria domina o relacionamento com o ator
Dadá Coelho e Paulo Betti: comediante diz que na vida real a calmaria domina o relacionamento com o ator -

RIO - Que casal nunca brigou e teve que sentar para discutir a relação? As chamadas DRs, maneira como esse momento também é conhecido, podem acalmar os ânimos ou até por fim a um relacionamento, mas poucas têm a capacidade de ensinar e entreter. É o caso das "discussões" entre o ator Paulo Betti e a comediante Dadá Coelho, namorados na vida real, que estreiam hoje, no Youtube do Canal Brasil, a websérie 'DR na Rússia'.

Dividido em oito episódios de sete minutos, o programa seguirá a seleção brasileira pela Copa do Mundo e mostrará curiosidades da Rússia, país sede do Mundial. Serão lançados dois capítulos por semana, que se iniciam com uma DR que resulta na separação do casal. "Enquanto o Paulo Betti vai buscar a filosofia de Tolstoy, Dostoiévski, Tchekhov, Maiakovski, eu vou atrás da cultura popular para descobrir o que é que o Russo tem. Tudo, obviamente no viés do humor-amor", adianta Dadá Coelho.

A ideia de um programa com Paulo Betti nasceu há muito tempo, segundo a comediante. "É um sonho antigo que nutro em trabalhar com o homem que amo. A exemplo do cineasta Federico Fellini e Giulieta Masina. Até porque, se a arte fosse um campo de futebol, Paulo seria um daqueles jogadores que jogam nas onze e ainda ajuda a técnica aqui da namorada nas orientações", afirma Dadá. "Sou muito fã do CNPJ dele, além do homem amoroso que ele é", completa.

Relação estável

Apesar do nome do programa, Dadá garante que a calmaria domina o relacionamento com Paulo Betti. "Temos uma relação muito harmoniosa", afirma a comediante, que está adorando trabalhar em frente às câmeras com o namorado. "É uma experiência afetiva, criativa e espiritual. É lindo de doer. Quando tudo faz sentido. O Domingos Oliveira diz que pra você ficar junto com alguém é melhor trabalhar junto. Faz sentido, né?", questiona.

Já a proximidade com o futebol é uma novidade que a comediante vai enfrentar na produção do programa. Com ingresso para seguir o Brasil durante a Copa, a dupla vai mostrar sob um olhar diferente as cidades por onde a seleção jogar. Além disso, a imprevisibilidade é outra marca da websérie.

"Em se tratando de futebol, eu sou meio daltônica. Hoje, por exemplo, não consigo distinguir quem é Botafogo e quem é Vasco. Tudo preto e branco. Não entendo muito de futebol, mas é fascinante", se diverte. "O público pode esperar o imprevisível. Não dá pra prever o que pode acontecer com uma piauiense arretada, casada com um intelectual na Rússia".

* Estagiário sob supervisão de Paulo Ricardo Moreira

Comentários

Últimas de Diversão