Erasmo Carlos abre temporada do projeto 'Bar do Zeca Convida' com show de novo EP

'Quem Foi Que Disse Que Eu Não Faço Samba?' reúne oito músicas de um lado pouco visto no repertório do músico

Por O Dia

Erasmo Carlos faz show hoje (14/01) no Bar do Zeca, na Barra da Tijuca
Erasmo Carlos faz show hoje (14/01) no Bar do Zeca, na Barra da Tijuca -

Rio - Craque do rock, MPB e Jovem Guarda, Erasmo Carlos chega em 2020 com um novo EP dedicado ao samba. Entre regravações e músicas inéditas, 'Quem Foi Que Disse Que Eu Não Faço Samba?' é o nome do novo projeto e também o nome do show que ele faz hoje no Bar do Zeca, às 21h, no Shopping Vogue Square, na Barra da Tijuca, abrindo o projeto 'Bar do Zeca Convida'. Para o Tremendão, o EP é uma chance de mostrar um lado pouco visto do repertório musical dele.

"Eu sempre fiz samba, mas nunca ninguém reparou, ficavam sempre com essa coisa de rock, rock, rock. Só fiz sucesso com 'Coqueiro Verde' e 'Cachaça Mecânica'. Esse EP é uma oportunidade de mostrar os sambas que já escrevi, compus e que não tinha gravado", comenta Erasmo.

Mesmo com oito músicas, o EP traz canções que ajudam a contar a história não só de Erasmo, mas da música no país. 'Maria e o Samba', por exemplo, é o primeiro samba composto pelo Tremendão, feito para o parceiro Roberto Carlos quando o Rei era crooner da Boate Plaza, no início dos anos 1960.

Já 'Samba da Preguiça' foi criada para a cantora Nara Leão. O retorno ao repertório de sambas não assustou o roqueiro Erasmo Carlos. "Para mim não tem diferença. Do rock para o samba é apenas uma mudança de ritmo. O músico é sempre músico, dó maior é dó maior em qualquer ritmo. A inspiração é a mesma", afirma o músico.

A tarefa de se manter na ativa, seja lá em qual ritmo for, não é para qualquer um. O EP novo está no mercado ao mesmo tempo em que a música 'É Preciso Dar Um Jeito, Meu Amigo', de 1971, compõe a trilha sonora da novela 'Amor de Mãe', carro chefe do gênero na Globo. Dividir espaço com artistas que vão de Gal Costa a Anitta é uma surpresa para Erasmo, que quando se ouve na novela fica atento em identificar o elo entre cenas e canção.

Tudo isso dá a Erasmo uma sensação de alegria com o momento atual da carreira. Aos 78 anos, Tremendão conta que chegou em um ponto no qual pode fazer o que "gosta, sem pressão ou exigências externas". "Eu estou muito feliz", ele completa. O projeto 'Bar do Zeca Pagodinho Convida' recebe de hoje até domingo nomes como Arlindinho, Swing e Simpatia, Paulão Sete Cordas, Júlio Estrela e Leandro Sapucahy.O couvert do show do Erasmo Carlos é R$ 120.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Erasmo Carlos faz show hoje (14/01) no Bar do Zeca, na Barra da Tijuca Divulgação/Guto Costa
Erasmo Carlos faz show hoje (14/01) no Bar do Zeca, na Barra da Tijuca Divulgação/Guto Costa

Comentários