Nabalada: banda lança música sobre amizade com garota gay

'Manu' fala de um rapaz que paquera uma garota e acaba ficando amigo dela e de sua namorada

Por RICARDO SCHOTT

Nabalada
Nabalada -

Rio - Lançando o DVD 'Bora Nabalada', gravado ao vivo, o grupo carioca Nabalada elegeu um tema curioso para um de seus mais novos hits. 'Manu' fala de um rapaz que paquera uma garota gay, e acaba se tornando amigo dela e de sua namorada. E a Manu acaba até apresentando o amigo para outras garotas.

"É uma temática que não é muito abordada do pagode, mas decidimos trazê-la. A gente vê em outros gêneros musicais, como o funk, rap, MPB, mas no nosso é uma novidade. Por mais que o grupo não tenha um pensamento preconceituoso, sabemos que tem muitas pessoas homofóbicas na nossa sociedade. O Nabalada quer passar a mensagem de que qualquer um é livre para amar quem quiser e ser feliz", explica o vocalista Renan Fiore, que divide a banda com Maicon Paulucci (baixo), Ricky (cavaco) e Sergio Simplicio (tantan).

Renan, que é casado há dez anos, lembra que já viveu uma história mais ou menos parecida. "Quando eu era mais novo, isso acontecia bastante. Um amigo gay, que andava acompanhado de amigas bem bonitas, sempre me ajudava na hora do desenrolo. Quando surgia o interesse, já falava pra ele e minhas chances iam para 80% com a indicação", diverte-se.

"Nos shows do Nabalada, a gente quer passar a mensagem de alegria, felicidade, de que o que importa é a gente ser do bem, e em primeiro lugar vem o respeito as diferenças, independente da sua raça, religião, genero ou orientação sexual. Qualquer tipo de violência, seja ela física, verbal, contra mulher, gay, criança, tem que ser tolerância zero", avisa."Não dá para entender o que leva uma pessoa a agredir a outra na rua só por ser gay, trans, sem nem saber quem é. A denúncia dos agressores é muito importante e as leis precisam ser mais duras para que esses casos possam diminuir até conseguir zerar mesmo".

Da Baixada

Três quartos do grupo são amigos da mesma região. "Eu, Ricky e Serginho crescemos no mesmo bairro, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Em 2018, eu estava com vontade de arriscar, colocar um projeto novo de pé, do zero, e chamei os meninos", recorda o baixista Maicon Paulucci. "Desde moleques, tivemos contato com o mundo da música e lá se vão mais de 20 anos de estrada e muitos projetos. Como estava faltando um vocalista, convidei o o Renan, que é do Irajá. Seguimos com essa formação na estrada e estamos muito felizes com a repercussão do nosso trabalho".

Clipe

'Manu' vai ganhar clipe em breve, com direção do apresentador Gominho. E a banda ainda divulga outras músicas. "A 'Éden Particular' já vem caminhando, tem três meses de lançada, e 'Manu' só tem uma semana, mas já está em segundo lugar no ranking das mais executadas nas rádios cariocas, e 'Éden Particular' chegou em oitavo lugar. Acreditamos muito nessa dobradinha no verão. São músicas pra cima, animadas, que tem tudo a ver com o clima de festa, férias, casa de praia", torce Renan.

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários