Felipe Araújo - Divulgação/Universal Music
Felipe AraújoDivulgação/Universal Music
Por Filipe Pavão*
Rio - Sucesso nas plataformas de streaming, nas rádios e nas redes sociais, o cantor Felipe Araújo, de 25 anos, teve um 2020 agitado musicalmente, ainda que tenha trabalhado diretamente da sua casa e não tenha feito shows por dez meses em razão da pandemia da Covid-19. Se depender do artista e houver condições sanitárias, o ano de 2021 também será de muitas novidades para os fãs.
Publicidade
“Acabei de lançar a música 'Você Não Vale', mas tenho novas canções para um EP, que vai ser lançado em breve, com composições minhas e de outros autores. Estou muito ansioso. Para o meio do ano, tenho outro projeto que envolve música e futebol. E pretendo ainda gravar um DVD neste ano, claro, se toda essa loucura passar”, diz Felipe.
Por enquanto, os seguidores do cantor podem escutar “Você Não Vale”, parceria de Felipe com Japinha Conde, que mistura sertanejo, forró e pisadinha. Lançada na segunda quinzena de dezembro, a faixa foi escolhida por ser alegre apesar de falar sobre traição. A composição de Alê Monteiro, Junior Silva, Bia Frazo, Pedro Henrique e Willian Ventura narra a história de um homem “apaixonado por outra pessoa que não vale nada, mas não consegue largar”.
Publicidade
“Gosto muito da verdade que essa música passa mesmo sendo uma sofrência. Achei que muita gente fosse se identificar com a história. Pelo menos, meus amigos se identificaram”, conta Felipe, que diz nunca ter passado por um relacionamento do tipo.
Relação com o forró
Publicidade
Não é a primeira vez que o cantor sertanejo flerta com o forró. A parceria com Japinha Conde, que aconteceu de forma natural segundo o artista, veio para consolidar essa relação dele com o gênero. “Gosto bastante de forró. Inclusive, toda vez que vou ao Nordeste, mudo algumas músicas minhas. Em ‘Amor da Sua Cama’, por exemplo, que é bem romântica, eu mudo arranjo para um forrozinho”, diz Felipe.
Segundo o cantor, o forró traz uma vibe alegre e divertida para a música e o clipe, que ganhou participação dos atores Lívian Aragão, Rainer Cadete e Sill Esteves, além do próprio cantor, que revelou, aos risos, ser um “péssimo ator”. O vídeo já tem mais de seis milhões de visualizações no YouTube.
Publicidade
“O clipe ficou bem cômico porque ficou com um ar de filme de comédia romântica. Eu queria deixar leveza na música, na mensagem e no clipe. Quero mostrar para as pessoas que apesar do sofrimento, sempre tem um lado bom em tudo”, ressalta.

Aprendizados de 2020
Felipe nunca ficou tanto tempo longe dos palcos e revela que, pela primeira vez, passou a ter uma rotina pessoal e profissional em casa. Por outro lado, em 2020, ele também colecionou conquistas, como o disco de diamante e de outro pela faixa “Mentira”, que ultrapassou 100 milhões de streams. “É muito gratificante receber esse carinho do público, principalmente em um ano de tantos desafios e aprendizados. É coisa de Deus!”, destaca.
Publicidade
“O lado bom de 2020 foi estar perto das pessoas que mais amamos, mas teve muitos desafios como estar longe do meu público e dos shows, que eu nasci para fazer. Isso é complicado. Mas Deus sabe o que faz e tenho certeza que tudo isso vai passar. Dentro de pouco tempo, vou poder estar perto dos meus fãs”, conta, otimista.
* Estagiário sob supervisão de Tábata Uchoa