Mais Lidas

Cleo Pires desabafa sobre boato de caso com padrasto: 'Fui ao fundo do poço'

Atriz relembrou a história envolvendo Orlando Morais: 'Esse amor passava bem longe do sexual'

Por tabata.uchoa

Rio - Cleo Pires voltou ao passado e relembrou o boato de que teria se envolvido com o padrasto, Orlando Morais, há 18 anos. Sensibilizada com a repercussão da luta de José Aldo, derrotado por Conor McGregor no sábado, a atriz comentou em texto publicado no Facebook que se viu em uma situação parecida com a do lutador de MMA: sendo julgada e tratada como uma perdedora.

Cleo Pires e Orlando MoraisAg. News

Em desabado na rede social, Cleo revelou que a história do caso com Morais, julgada banal no início, tomou proporções maiores do que ela imaginava e a jogo no fundo do poço. Em suas palavras, ela diz que foi um processo bem difícil e doloroso, mas que no final valeu a pena e a fortaleceu.

"Forjaram uma nota dizendo que minha mãe tinha entrado em casa e tinha flagrado eu e meu pai (Orlando) na cama transando. Quando soubemos do absurdo que era essa história não demos bola, pensamos que ninguém em sã consciência acreditaria numa loucura dessa e não porque isso não exista por aí, mas porque quem nos conhecia sabia do amor profundo que temos um pelo outro e que esse amor passava bem longe do sexual", escreveu, em texto publicado na noite de domingo.

Cleo, que interpreta Vivianne, mulher de José Aldo, no filme sobre o lutador, "Mais Forte Que o Mundo - A História de José Aldo", ainda comentou que a polêmica a fez crescer como ser humano e a ter outra visão de mundo. "Doeu horrores, mas hoje sou grata porque descobri valores importantes como o poder da escolha, o poder da confiança na sua consciência e nas suas próprias intenções, a força interna que acho que é um elemento chave para a vida ser grandiosa e feliz", completou.

A filha de Glória Pires e Fábio Jr. finaliza o texto explicando sua motivação para o desabafo. "A luta de ontem do Aldo me fez pensar muito sobre esses momentos. Sobre como é ruim perder, ser julgado publicamente, ser derrotado em algum momento da vida. E como isso faz parte de um processo saudável de ser um vencedor, um ser humano feliz e forte, e como eu acredito que esse tropeço vai fazer desse cara um homem mais forte e com um universo interior mais rico."

Fonte: iG

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia