Marcão do Povo  - Reprodução
Marcão do Povo Reprodução
Por O Dia
Rio - O Ministério Público do Rio de Janeiro apresentou, nesta quinta-feira, denúncia contra Marcos Paulo Ribeiro Morais, o Marcão do Povo, por conta das ofensas raciais que fez contra cantora Ludmilla. A informação é do colunista Ancelmo Gois, de "O Globo". 
Em janeiro de 2017, durante um programa ao vivo na Record, Marcão do Povo chamou a cantora de "pobre e macaca". As ofensas aconteceram enquanto era exibida uma reportagem sobre a cantora.
Publicidade
Em depoimento, Marcão do Povo admitiu as falas mas afirmou que não tinha intenção de ofender a artista. A pena prevista para o crime de injúria com ofensas raciais é de um a três anos de prisão, além de multa.
Na ocasião, Marcão do Povo era o apresentador do "Balanço Geral DF" e foi demitido pela Record após a polêmica com Ludmilla. 
Publicidade