'Não votei no candidato do meu pai', revela Marina Ruy Barbosa

O pai da atriz disse ter se arrependido de ter votado em Bolsonaro para presidente

Por iG

Marina Ruy Barbosa e Bolsonaro
Marina Ruy Barbosa e Bolsonaro -

São Paulo - Recentemente, Paulo Ruy Barbosa, empresário e pai da atriz Marina Ruy Barbosa, disse em suas redes sociais estar arrependido de ter votado em Bolsonaro. Recentemente, a atriz se pronunciou sobre as declarações do pai. 

“Meu pai não é uma figura pública. E me estranha esse interesse por ele. Eu sou a pessoa pública. Eu não votei no candidato do meu pai, não concordei com a escolha dele, não concordo nem compactuo em nada com a atual política. Mas o voto é um direito garantido e ele votou em quem quis. O cenário lá atrás já não era promissor, mas, esperançosa, como brasileira que não gostaria de ver seu país em mau estado, tentei acreditar (percebo que fui ingênua) em uma mínima possibilidade de as coisas não irem para esse caminho lamentável que foram. Mas tudo o que pensávamos só se confirmou. Só aprende quem erra. E meu pai está revendo as posições dele. E eu acho bom, porque mostra que, como eleitor, ele está atento. E mais do que isso, que está disposto a evoluir e mudar de pensamento”, disse Marina ao jornal Extra.

Em uma postagem no Instagram, Paulo disse que defende a democracia e se posicionou contra a ditadura. “Sem dúvida alguma foi o PT que elegeu o Bozo, depois de 14 anos saqueando o Brasil. Se eu pudesse escolher, votaria no Amoedo, mas ele ficou no primeiro turno. Votei no Bozo torcendo para que ele fizesse um bom governo. Infelizmente, está sendo um desastre. Estamos numa democracia, e vamos buscar os meios legais para o bem do país”, respondeu ele um seguidor.

Comentários