Funkeira diz que foi abusada por falso médico: 'Massageou minha vagina'

Rafaela Felizardo é ex-integrante do grupo Gaiola das Popozudas

Por O Dia

Rafaela Felizardo, ex-integrante da Gaiola das Popozudas, diz ter sido uma das vítimas do falso médico
Rafaela Felizardo, ex-integrante da Gaiola das Popozudas, diz ter sido uma das vítimas do falso médico -
Rio - Rafaela Felizardo, ex-integrante do grupo Gaiola das Popozudas, diz ser uma das vítimas do falso médico Leonardo de Souza Pimentel, que foi preso na quarta-feira em seu escritório no Rio.
Segundo Rafaela contou ao "Extra", o abuso aconteceu durante uma sessão de tratamento estético no final de 2018. Ela foi ao médico fazer uma aplicação de enzimas abdominais e de carbox nos glúteos. "Nesse dia, ele pediu para fazer uma esfoliação íntima e ficou massageando a minha virilha. Achei estranho, mas deixei. Depois, ele puxou o meu biquíni e começou a massagear a minha vagina", disse a funkeira, que ficou sem reação. 
De acordo com a Polícia Civil, o falso médico sedava as vítimas antes de estuprá-las. Elas recebiam a injeção no consultório sem saber do que se tratava e ficavam entorpecidas. As vítimas relataram que não ficavam desacordadas, se lembravam de tudo que estava acontecendo, mas não conseguiam oferecer resistência. 
"Chorei muito. Cheguei em casa, tomei um banho e aquilo ficou na minha cabeça. Fiquei pensando por que eu não falei nada na hora, mas estava em choque, sem reação", disse Rafaela. 

Comentários