Sertanejo Cauan desabafa sobre sequelas nos pulmões após Covid-19: 'afetados e fracos'

Cauan disse que ficou com os pulmões muito fracos por causa do novo coronavírus

Por iG

Cauan conversou com Fátima Bernardes no 'Encontro'
Cauan conversou com Fátima Bernardes no 'Encontro' -
São Paulo - Cauan Máximo, da dupla com Cléber, teve alta do hospital de Goiânia há quase duas semanas, mas ainda enfrenta as sequelas da Covid-19. O sertanejo ficou oito dias na UTI e chegou a ter 70% do pulmão comprometido pela doença.

Galeria de Fotos

Cauan e os pais Reprodução
Cauan fala sobre o coronavírus em entrevista ao 'Fantástico' Reprodução
Cauan Máximo tem alta Reprodução internet
Cauan conversou com Fátima Bernardes no 'Encontro' Reprodução
Cauan chora em vídeo após deixar UTI Reprodução Internet
Cauan e os pais João e Shirlei Reprodução
Cauan Máximo Reprodução de internet
Cauan Máximo Reprodução de internet
Cauan Máximo Reprodução de internet
Cleber & Cauan Reprodução
Cleber & Cauan Reprodução
Cauan Máximo Reprodução
Cauan Reprodução
Cauan e a esposa Reprodução/Instagram
Esposa gravou vídeo com o cantor no hospital Reprodução/TV Anhanguera
Cantor está internado em Goiânia Reprodução/Instagram


"Estou em casa, mas me cuidando e fazendo muita fisioterapia. A Covid-19 é séria e deixou sequelas nos meus pulmões, que estão bem afetados e fracos. [...] Preciso muito deste órgão para realizar com êxito meu ofício que é cantar", contou em entrevista ao GShow.

"A família sempre foi muito importante para mim. A vida me impôs uma situação negativa e tive meus momentos de fraqueza. Pensei em desistir, mas com amor e oração de todos eu venci essa luta", exaltou o sertanejo. Ele, que é metade da dupla Cleber e Cauan, ainda disse que quer "transformar tudo o que viveu e aprendeu em música, com o objetivo de impactar positivamente as pessoas", disse Cauan. A mãe do cantor, Shirlei Máximo; o pai, João Luiz Máximo; o irmão. Fernando; e a namorada, Mariana Moraes, também contraíram o vírus, mas estão todos bem.

Comentários