Mais Lidas

OMS: casos de sarampo aumentaram 400% na Europa em 2017

Segundo a OMS, países mais afetados passaram por uma redução na cobertura vacinal de imunização de rotina, interrupção no fornecimento da vacina e problemas no sistema de vigilância

Por O Dia

Vacina
Vacina -

Suíça - A Organização Mundial de Saúde (OMS) liberou, nesta terça-feira, dados sobre a ocorrência do sarampo na Europa. Trata-se de uma doença infecciosa e que possui vacina eficaz para a prevenção. Em 2017, 21.315 pessoas foram afetadas pelo vírus, e 32 foram mortas. Esse número representa um aumento de 400% em relação a 2016, quando 5.273 infecções foram detectadas.

Em nota, o diretor regional da OMS para a Europa, Zsuzsanna Jakab, declarou que “mais de 20.000 casos de sarampo e 35 vidas perdidas em 2017 são uma tragédia que simplesmente não podemos aceitar”.

O aumento nos casos de sarampo em 2017 inclui grandes surtos, cerca de 100 ou mais casos, em 15 dos 53 países da região. O maior número de pessoas afetadas pelo sarampo está na Romênia (5.562), na Itália (5.006) e na Ucrânia (4.767).

Também ocorreram surtos na Grécia (967), Alemanha (927), Sérvia (702), Tajiquistão (649), França (520), Federação Russa (408), Bélgica (369), Reino Unido (282), Bulgária (167), Espanha (152), República Checa (146) e Suíça (105).

Ainda de acordo com a OMS, esses países passaram por uma redução na cobertura vacinal de imunização de rotina, interrupção no fornecimento da vacina e problemas no sistema de vigilância.

Jakab afirmou que crianças e adultos que não são vacinados podem contrair a doença independente do local onde vivem e podem espalhá-la para outros não vacinados.

A transmissão do vírus do sarampo é respiratória e é altamente contagiosa. Os sintomas começam a aparecer cerca de 12 dias depois que a pessoa foi infectada. Os mais comuns são manchas vermelhas na pele, manchas brancas na parte interna da bochecha, febre, tosse, mal-estar, conjuntivite, coriza e perda de apetite. O modo mais eficaz de prevenção contra o sarampo é a vacinação. 

 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Comentários